Imobiliárias temem fuga de clientes com nova lei de combate ao branqueamento

Novas regras obrigam a comunicar ao regulador mais dados sobre operações acima dos 15 000 euros e contratos de arrendamento superiores a 2500 euros.

As novas regras, mais apertadas, para as imobiliárias, que entram em vigor esta quarta-feira, vão levar a uma fuga de clientes, nomeadamente para consultores e advogados, temem as empresas mediadoras. A partir de agora são obrigadas a enviar mais informação ao regulador- o IMPIC-Instituto dos Mercados Públicos do Imobiliário e da Construção – sobre todas as operações com imóveis acima de 15 000 euros. Terão também de reportar todos os negócios feitos por políticos, ou seus familiares, ou por figuras de topo do Estado.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG