Greve parcial de trabalhadores da Transtejo com "forte adesão"

"Todas as ligações estão paradas. Estão apenas a ser cumpridos os serviços mínimos", anuncia sindicato

A greve parcial dos trabalhadores do grupo Transtejo está a "ter uma forte adesão" e a afetar hoje de manhã as ligações fluviais entre a margem sul e Lisboa, disse à agência Lusa uma fonte sindical.

"A greve está a ter uma forte adesão. Todas as ligações estão paradas. Estão apenas a ser cumpridos os serviços mínimos", adiantou à Lusa Carlos Costa, do Sindicato dos Transportes Fluviais Costeiros e Marinha Mercante, afeto à Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans).

Carlos Costa explicou que os trabalhadores da Transtejo e da Soflusa vão cumprir uma greve parcial hoje e quinta-feira para contestar problemas nas embarcações e a rejeição da revisão do Acordo de Empresa.

"Até agora foram apenas cumpridos os serviços mínimos. As estações estão encerradas", sublinhou.

Os trabalhadores das duas empresas contestam o facto de o Ministério das Finanças não ter aprovado o acordo, assinado em dezembro com as organizações de trabalhadores, para a renovação da contratação coletiva existente, bem como as condições da frota de navios e pontões.

A Fectrans agendou duas greves parciais para hoje e quinta-feira, de três horas por turno na Transtejo e de duas horas por turno na Soflusa.

A Transtejo é a empresa responsável pelas ligações do Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão com Lisboa, enquanto a Soflusa faz a ligação entre o Barreiro e Lisboa.

A ligação entre o Montijo e o Cais do Sodré começa a efetuar-se depois das 09:15, sendo esperado que, à tarde, volte a parar a partir das 16:30 até às 20:15.

Na carreira entre Cacilhas e o Cais de Sodré, as ligações devem começar pelas 09:12 e funcionam até às 16:45, hora em que voltam a parar até cerca das 20:14.

Já na ligação fluvial entre o Seixal e o Cais de Sodré, os barcos devem começar a funcionar às 09:15 e depois voltam a parar entre as 16:45 e as 20:15, enquanto na ligação da Trafaria/Porto Brandão com Belém as embarcações circulam a partir das 09:40 até às 16:30, sendo retomadas novamente às 20:30.

No caso da ligação entre o Barreiro e Lisboa, os barcos devem começar a funcionar pelas 10:40 até às 18.10, com as ligações a serem depois de novo interrompidas até às 20.35.

As últimas ligações da noite e da madrugada de todas as carreiras também serão afetadas e os serviços mínimos decretados são para realização de apenas uma carreira nas ligações de Cacilhas, Montijo e Seixal, e duas no Barreiro.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.