Google Pay chega a Portugal, com Revolut, N26 e mais bancos digitais

Numa publicação da Google, é indicada a chegada do serviço a Portugal com vários parceiros, incluindo a Revolut, que passa a disponibilizar aos clientes portugueses a opção de fazer pagamentos, quer online quer em lojas físicas, ou do N26, entre outros serviços.

Numa altura em que os portugueses estão cada vez mais virados para os pagamentos digitais, a partir de agora já existe mais uma opção para os pagamentos móveis e compras online: o Google Pay.

"Tendo em consideração a necessidade crescente de pagamentos digitais, trabalhámos em conjunto com a Mastercard e a Visa e algumas entidades bancárias, para oferecer uma experiência de pagamento mais segura, simples e útil para as pessoas em Portugal", escreve a Google na comunicação ao mercado português.

"A partir de hoje, os bancos Bunq, Curve, Monese, N26, Revolut, Transferwise, e Viva Wallet irão disponibilizar o Google Pay como um serviço disponível nas respectivas aplicações móveis. Isto significa que embora a aplicação Google Pay não esteja disponível em Portugal, os clientes desses bancos vão poder usar o Google Pay online e em quaisquer lojas onde os pagamentos com tecnologia contactless com Visa e Mastercard sejam aceites", explica a tecnológica.

Em comunicado, a fintech Revolut anuncia que "estará entre as primeiras empresas de serviços financeiros a oferecer Google Pay para os utilizadores portugueses, dando um passo positivo no sentido de permitir aos clientes utilizar o seu dinheiro da forma que lhes for mais conveniente".

O serviço Google Pay, lançado em 2015, permite aos utilizadores de Android fazer pagamentos online ou em lojas físicas, através de dispositivos móveis e sem contacto.

A fintech refere que os clientes em Portugal com telefones Android poderão configurar o Google Pay a partir da aplicação da Revolut. "Poderão adicionar o seu cartão Revolut Mastercard ou Visa à sua carteira digital, com um único toque, podendo começar a gastar de imediato, sem ter de esperar que o cartão físico chegue através do correio", explica a fintech.

"Sabemos que os nossos 13 milhões de clientes estão a abandonar rapidamente a utilização de dinheiro físico na maioria dos países em que operamos, pelo que lançar o Google Pay em Portugal é um passo muito significativo para permitir que nossos clientes usem o seu dinheiro da forma que querem. O nosso objetivo é construir a primeira super-aplicação financeira verdadeiramente global, e oferecer estas ferramentas para fazer pagamentos de forma rápida, conveniente e segura é vital para atingir essa meta", indica James Carpenter, Product Owner de Pagamentos com Cartão da Revolut.

Já a N26, que também disponibilizará a partir desta terça-feira o Google Pay na respetiva aplicação, refere que esta era uma das funcionalidades "mais pedidas pelos clientes portugueses", desde o lançamento do serviço, em dezembro de 2016.

"Não só estamos contentes por poder disponibilizar aos nossos clientes este novo serviço a partir do momento em que está disponível mas também porque, no meio de uma pandemia, oferece aos consumidores uma forma rápida e segura de fazer pagamentos digitais, que é incrivelmente importante para ajudar os consumidores a evitar riscos de higiene no uso de dinheiro", afirma Francisco Sierra, general manager para Espanha e Portugal da N26.

Embora não figure na lista de disponibilidades presente no blog da Google, também a fintech francesa Lydia irá disponibilizar a opção Google Pay aos clientes. "A chegada da Google Pay a Portugal é fantástica para os portugueses. Foi importante para a Lydia ser um dos primeiros a oferecer um cartão nacional que pode ser usado com Google Pay em todo o lado e sem entraves", afirma Carlota Meirelles, country manager Lydia em Portugal.

A empresa acredita que a disponibilização de um cartão nacional é uma diferenciação, já que alguns terminais de pagamento não aceitam cartões internacionais.


Visa prevê que Google Pay "chegue em breve a mais instituições bancárias"


Em comunicado, a Visa anuncia a parceria com a Google para fazer chegar estes pagamentos móveis através do Google Pay a mais clientes. Indicando que esta parceria permitirá aos clientes com cartões Visa ter acesso a pagamentos móveis - mesmo que estes não sejam contactless - refere que "inicialmente a tecnologia vai estar disponível para os clientes da Revolut, estando previsto que dentro em breve chegue a mais instituições bancárias".

Paula Antunes da Costa, country manager da Visa para Portugal, destaca que "a tecnologia Visa simplifica e torna mais seguro o processo de ligação da sua conta Visa ao Google Pay."

"É fácil e rápido de configurar, e permite fazer pagamentos em loja e online ininterruptamente, dando aos consumidores a mesma proteção e benefícios que têm quando efetuam pagamentos tradicionais com um cartão Visa. Numa altura em que vinte países europeus registam aumentos homólogos nas transações de e-commerce, esta parceria não poderia ter chegado em melhor altura."

Cátia Rocha é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG