Feriados de dezembro com maiores restrições à circulação

Passa a ser obrigatório o uso de máscara nos locais de trabalho em que a distância não é possível. Aulas suspensas a 30 de novembro e a 7 de dezembro.

A circulação entre concelhos vai ser proibida entre os dias 27 de novembro e 02 de dezembro e entre 04 e 09 de dezembro, anunciou o primeiro-ministro.

António Costa avançou que vai ser proibido circular entre concelhos entre as 23:00 do dia 27 de novembro e as 05:00 de 02 de dezembro e as 23:00 de 04 de dezembro e as 05:00 de 09 de dezembro.

Esta medida foi anunciada em conferência de imprensa realizada após o conselho de ministros para decidir novas restrições para conter a pandemia de covid-19.

O primeiro-ministro acrescentou que durante aquele período será proibida a circulação entre concelhos, salvo as exceções já aplicadas em situações semelhantes, como as deslocações para o trabalho.

"No período da vigência deste estado de emergência vamos ter dois feriados, em 01 e 08 de dezembro, ambos a uma terça-feira, e que muitas vezes convidam à existência de pontes que geram grande circulação em todo o país. Se há algo que temos consciência é que quanto mais nos deslocarmos maior é o risco de transportar o vírus e, por isso, é necessário limitar a circulação", precisou António Costa.

Aulas suspensas e tolerância de ponto em 30 de novembro e 07 de dezembro

Nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro, vésperas de feriados nacionais, as aulas estão suspensas e haverá tolerância de ponto na Função Pública, por causa da pandemia da covid-19, anunciou o primeiro-ministro.

António Costa apelou ainda ao setor privado para que suspensa "a sua laboração" com a dispensa de trabalhadores naquelas datas, para que haja "no início de dezembro quatro dias com risco de circulação reduzido".

O atual estado de emergência devido à covid-19 teve início 09 de novembro e termina às 23:59 de segunda-feira, sendo prorrogado um segundo período até 08 de dezembro.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG