Empresas reclamam revisão devido à subida do salário mínimo

Serviços de saúde públicos são um dos que mais peso têm nestes contratos de prestação de serviços. Maioria ganha o salário mínimo

As empresas do setor das limpezas reclamaram uma atualização dos contratos de prestação de serviços com o Estado de cerca de 15 milhões de euros para serem compensadas do aumento de custos com a subida do salário mínimo nacional (SMN) para os 557 euros. A maioria continua sem resposta e muitas tiveram de aceitar valores mais baixos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos