Donos efetivos das empresas vão ter de ser públicos

Nova legislação que transpõe a quarta diretiva sobre prevenção do branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo prevê multas pesadas.

As empresas vão ser obrigadas a comunicar ao Estado a listagem das pessoas singulares que, no fim da cadeia de participações, são os seus beneficiários últimos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG