CGA paga em agosto acertos de pensões decididas com regra inconstitucional

Segundo o ministro da Segurança Social, correções vão custar 13,5 milhões de euros este ano.

Os acertos às pensões da Caixa Geral de Aposentações cujo cálculo foi revisto após decisão do Tribunal Constitucional, de fevereiro, vão ser feitos em três meses, avançou esta segunda-feira o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, ouvido esta manhã na Assembleia da República.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG