Bancos concederam mais crédito no 2.º trimestre

Aumento foi ligeiro e fez-se notar principalmente nas pequenas e médias empresas

Os bancos portugueses concederam mais empréstimos no segundo trimestre do ano. Segundo os dados do último inquérito sobre o mercado de crédito, publicado ontem pelo Banco de Portugal (BdP), o aumento da procura de crédito foi "ligeiro", tanto por parte das famílias como por parte das empresas. No setor empresarial, a instituição destaca o papel das pequenas e médias empresas nesta subida, que se verificou "sobretudo" nos empréstimos de longo prazo. "Três instituições indicaram que as necessidades de financiamento do investimento afetaram positivamente a procura de empréstimos", nota o BdP.

Uma das cinco instituições inquiridas pelo supervisor da banca justificou o aumento da procura com "o nível geral das taxas de juro e a necessidade de recorrer a fontes de financiamento alternativas". Apenas um dos bancos incluídos no inquérito espera que a procura aumente ligeiramente nos próximos três meses.

No capítulo dos empréstimos a particulares, o inquérito revela que três instituições indicaram "um ligeiro acréscimo" na procura para aquisição de habitação. Outros dois bancos reportaram um aumento para "consumo e outros fins". As instituições explicam a subida com "o aumento da confiança dos consumidores e, no segmento da habitação, também o nível geral das taxas de juro". Aqui, as previsões para o próximo trimestre são mais otimistas. Três bancos antecipam aumentos na procura de empréstimos, "tanto para aquisição de habitação como para consumo e outros fins".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG