Apoios. Pedro Marques quer que UE dê mil euros a cada europeu

Pedro Marques, eurodeputado socialista, propôs em artigo de opinião que, tal como aconteceu nos EUA já por duas vezes, a União Europeia distribua um cheque de 1.000 euros a cada cidadão europeu desempregado.

Num artigo de opinião publicado esta segunda-feira no Politico Europe, o eurodeputado socialista Pedro Marques propõe que se encontre uma forma de pagar 1.000 euros a cada cidadão europeu desempregado, quer seja idoso ou tenha filhos a cargo.

Por considerar que essa é uma das formas mais eficazes de estimular a economia, o antigo ministro das Infraestruturas e inspirou-se num modelo norte-americano.

"A União Europeia deve enviar um sinal forte aos governos nacionais para que continuem a apoiar as suas economias e a fazerem com que o dinheiro europeu chegue ao destino pretendido numa questão de meses e não anos. Mas há uma forma ainda melhor de garantir que o dinheiro para a recuperação fornece os estímulos que são necessários: usar os meses que leva a aprovar planos de recuperação nacionais para encontrar uma forma de pagar 1.000 euros a cada desempregado, idoso ou cidadão com filhos", escreve Pedro Marques.

O ex-ministro do Partido Socialista defende, tomando como exemplo o caso dos Estados Unidos, que esta resposta impacta muito mais rapidamente na "economia real". Recordando que nos EUA esta é já a terceira vez que a medida - um cheque de 1.400 dólares - é implementada desde o início da pandemia, Pedro Marques ressalva que o país respondeu, a nível económico, de forma "muito maior".

"Isso aconteceu porque uma grande fatia dos estímulos tomaram a forma de pagamentos diretos às famílias, ao mesmo tempo que outras medidas tiveram impacto imediato nos rendimentos dos cidadãos e, em resultado, na procura".

Ainda sem valores certos (até porque o ex-ministro não se refere ao impacto financeiro no seu artigo), esta seria uma medida que custaria alguns mil milhões de euros só em Portugal, e dezenas de milhares de milhões de euros por toda a Europa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG