AEP contra o uso de verbas europeias para pagar bolsas de estudo

A Associação Empresarial de Portugal defende a correção de erros no QCA por prejudicarem as empresas.

Apoios Com o Portugal 2020 em velocidade cruzeiro, a Associação Empresarial de Portugal entende que é tempo de "corrigir alguns dos erros de conceção do Quadro Comunitário que muito prejudicam as empresas e o país". Em causa está o Programa Operacional Capital Humano e a redução substancial das verbas para formação profissional alocadas a centros protocolares e às associações empresariais, enquanto o Estado usa as verbas comunitárias para suportar gastos que deveriam ficar a cargo do Orçamento do Estado, diz o presidente da AEP, Paulo Nunes de Almeida.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos