Tadd Fujikawa é o primeiro golfista profissional a assumir que é homossexual

Jogador de 27 anos assumiu a sua orientação sexual com um texto publicado no Instagram. Fê-lo na tentativa de "servir de inspiração e fazer a diferença na vida de alguém"

Tadd Fujikawa tornou-se no primeiro jogador do circuito profissional de golfe a assumir a sua homossexualidade. O anúncio foi pelo próprio através da sua conta no Instagram e mereceu uma notícia destacada no site oficial do PGA Tour.

O golfista de 27 anos, que nasceu em Honululu, no Havai, Estados Unidos, mas que tem raízes japonesas, explicou que tornou pública a sua orientação sexual com "a esperança de servir de inspiração e fazer a diferença na vida de alguém".

"Sou gay. Muitos de vocês se calhar já sabiam. Não espero que toda a gente entenda ou aceite [...] pensei muito sobre se deveria desvendar a minha homossexualidade. Julgo que não precisava de sair do armário porque não importava se alguém soubesse ou não [...] passei demasiado tempo a esconder-me e a odiar como era. Sempre tive medo do que os outros pensavam ou diziam. Lutei contra a minha saúde mental durante vários anos [...] hoje [a homossexualidade] é mais aceite pela nossa sociedade, mas ainda vemos crianças, jovens e adultos a serem ridicularizados e discriminados por serem como são. Alguns acabaram com as suas vidas por causa disso [...] somos todos humanos e iguais. Vamos fazer a nossa parte e tornar o mundo num sítio melhor", pode ler-se no texto que Tadd publicou no Instagram.

Fujikawa disputou em 2006 o Open dos Estados Unidos com apenas 15 anos (foi o jogador mais novo de sempre a fazê-lo) e com a mesma idade passou o cut - ainda como amador - no Sony Open, no Havai, em 2007, tornando-se profissional.

Em outubro de 2017 falou abertamente sobre os seus problemas de ansiedade e depressão. Mesmo assim, no ano passado venceu o Havai State Open, o seu primeiro triunfo como profissional em sete anos a competir.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG