Surto de covid-19 obriga UEFA a cancelar jogo entre Suíça e Ucrânia

As autoridades sanitárias do cantão de Lucerna determinaram um período de quarentena à comitiva da seleção ucraniana, cujos testes desta segunda-feira revelaram quatro testes positivos.

O jogo entre Suíça e Ucrânia, que devia realizar-se esta terça-feira, em Lucerna, a contar para a 6.ª e última jornada da Liga das Nações, foi cancelado pela UEFA por indicação das autoridades de saúde locais.

A decisão prendeu-se com o facto de as autoridades sanitárias do cantão de Lucerna terem decretado uma quarentena para toda a comitiva da seleção ucraniana, uma vez que quatro elementos da equipa, entre os quais três jogadores, tiveram os testes, realizados esta segunda-feira, positivos.

De acordo com os regulamentos da UEFA, o jogo deverá realizar-se sempre desde que estejam disponíveis 13 jogadores, incluindo um guarda-redes, e por isso mesmo o selecionador Andriy Shevchenko já tinha convocado, à última hora, três atletas dos sub-21 para precaver algum problema, até porque antes do último teste, realizado esta segunda-feira, já tinham ocorrido oito casos positivos na comitiva, incluindo dois jogadores que alinharam no sábado frente à Alemanha.

Agora, a decisão da autoridade de saúde da Suíça vai contra aquilo que são as regras da UEFA ao exigir a quarentena de toda a comitiva ucraniana. Assim sendo, caberá ao organismo que gere o futebol europeu decidir qual será a consequência da impossibilidade da realização da partida, que poderá passar por um reagendamento do jogo ou, em último caso, proceder a um sorteio para apurar o vencedor da partida na impossibilidade de assacar responsabilidades a qualquer das federações envolvidas.

Refira-se que o Suíça-Ucrânia iria determinar qual das duas seleções seria despromovida à Liga B da Liga das Nações, sendo que aos ucranianos bastaria um empate, uma vez que têm três pontos de vantagem em relação aos helvéticos no grupo 4.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG