Mesmo com dores, Simon Biles brilha no Mundial de ginástica artística

Na véspera de começar a competição, a norte-americana teve se ser observada no hospital devido a um cálculo renal. "Estou com um pouco de dores, mas a adrenalina ajuda", disse a atleta que, no total, somou 60.965 pontos na fase de qualificação

Apesar das dores, a atual campeã olímpica deu espetáculo no Campeonato do Mundo de ginástica artística, em Doha. Na véspera do início da competição Simone Biles teve de ser observada no hospital devido a um cálculo renal, ainda assim conseguiu um total de 60.965 pontos na fase de qualificação da competição, que se realizou este sábado.

As dores que sentia no estômago há dois dias levaram-na a ir às urgências. "Inicialmente pensámos que era o meu apêndice. Fizemos exames e encontraram uma pedra no rim", explicou Biles, citada pelo The Guardian. "Estou com um pouco de dores, mas a adrenalina ajuda", disse a atleta.

Mesmo com a saúde debilidata, a norte-americana, nas provas individuais, teve a pontuação mais elevada na trave, no salto e no solo. Ficou em segundo lugar nas paralelas assimétricas.

Apesar do cálculo renal, a atleta brilhou em Doha e com a sua atuação ajudou os EUA a apurar-se para a final de equipas do Mundial, com 12 pontos a mais do que o segundo lugar, ocupado pelo Japão.

Campeã do mundo por 10 vezes, Biles conseguiu a pontuação mais alta do dia, 15.966 no salto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG