Rui Vitória recebeu proposta milionária do Médio Oriente já para janeiro

Treinador recebeu convite e ficou inicialmente tentado a aceitar. Mas quando nesta quinta-feira Vieira lhe comunicou que ia ficar no Benfica, recusou a proposta que lhe ia garantir "por ano 6 milhões de euros ou dólares", como confirmou o líder benfiquista.

Rui Vitória recebeu uma proposta milionária de um clube do Médio Oriente, para começar a trabalhar já em janeiro. Segundo o DN apurou, o treinador do Benfica terá mesmo transmitido o convite a Luís Filipe Vieira e inicialmente esteve tentado aceitar, até porque vive um momento conturbado no Benfica face à crescente contestação dos adeptos ao seu trabalho, fruto dos últimos maus resultados para o campeonato nacional (4.º lugar, a quatro pontos do FC Porto) e Liga dos Campeões (eliminado da prova após a goleada por 5-1, terça-feira, frente ao Bayern de Munique).

O clube árabe esteve há menos de duas semanas em Portugal para reunir com Vitória e lhe transmitir o projeto e as condições financeiras, sendo que o DN sabe que o técnico ficou agradado com o que escutou. O passo seguinte do técnico foi comunicar à SAD a existência desta proposta. Num primeiro momento, Luís Filipe Vieira terá, no entanto, transmitido ao treinador que o contrato que este tem até 2020 era para cumprir até ao fim e que se algum clube o quiser contratar no imediato terá de pagar a cláusula de rescisão - 15 milhões de euros.

Na conferência de imprensa que deu nesta quinta-feira, Luís Filipe Vieira confirmou a notícia do DN de que o técnico recebeu mesmo uma proposta tentadora, embora não tenha mencionado a origem. "Quando comecei a falar com Vitória, ele disse que nunca seria problema para o Benfica. Não quer indemnização. Posso provar isso. Depois de lhe ter dito que ia continuar no Benfica, ele rejeitou uma proposta em que ia ganhar por ano 6 milhões de euros ou dólares", realçou Vieira.

Notícia atualizada após a conferência de imprensa de Luís Filipe Vieira nesta quinta-feira.

Exclusivos