Portugal fica sem representantes em Peniche depois da eliminação de Kikas

Frederico Morais foi afastado pelo brasileiro Ítalo Ferreira. Antes Vasco Ribeiro tinha caído perante Filipe Toledo e Miguel Blanco na bateria com o campeão Gabriel Medina.

O surfista português Frederico 'Kikas' Morais foi nesta sexta-feira afastado pelo brasileiro Ítalo Ferreira, número quatro do 'ranking' mundial, no Meo Rip Curl Pro Portugal, pelo que Portugal fica sem representantes no campeonato de Peniche.

Ítalo Ferreira, vencedor da etapa portuguesa do circuito mundial em 2018, puxou do seu jogo aéreo, no qual é um dos maiores especialistas do mundo, e bateu Kikas na 13.ª bateria da ronda três na Praia dos Supertubos, eliminando o surfista do Guincho com uma pontuação de 16,20 pontos contra 10,33 pontos.

"Infelizmente, hoje Supertubos não estava Supertubos. À tarde, parecia um pico vulgar em qualquer lado do mundo, mas estava igual para todos. Também tentei os aéreos, mas não aterrei, e o Ítalo esteve bem e ganhou bem", afirmou aos jornalistas o surfista português com melhor 'ranking' a nível internacional, sendo o sexto no circuito de qualificação e o 34.º no circuito principal da Liga Mundial de Surf.

Antes, Vasco Ribeiro também disse 'adeus' à Praia dos Supertubos, depois de perder o seu 'heat' contra o brasileiro Filipe Toledo, número dois no 'ranking' mundial, na quinta bateria da terceira ronda, tal como Miguel Blanco, que foi afastado na nona bateria da mesma ronda pelo detentor do título mundial, o brasileiro Gabriel Medina.