Panenka teve alta hospitalar e prossegue tratamento em casa

Herói da Checoslováquia no Euro 1996 e inventor do penálti à Panenka esteve internado numa unidade de cuidados intensivos perto de Praga, devido à covid-19

O ex-futebolista internacional checoslovaco Antonín Panenka, internado na última semana numa unidade de cuidados intensivos perto de Praga, devido à covid-19, teve esta quarta-feira alta hospitalar, informou o Bohemians 1905.

"Fui buscar o meu pai ao hospital às 11.00 de hoje [quarta-feira], e levei-o para casa. Felizmente teve testes negativos à covid-19, mas ainda tem pneumonia. Os médicos entendem que não precisa de estar no hospital e vai continuar o tratamento em casa", disse o filho do antigo jogador, citado pelo clube checo.

Panenka, de 71 anos, que deu nome a um tipo de marcação de grandes penalidades, quando, no desempate por penáltis no Europeu de 1976, diante da antiga Alemanha Ocidental (RFA), levantou a bola, subtilmente, sobre o guarda-redes alemão, esteve internado num hospital de Bennes e, depois, foi transferido para Praga.

Na sexta-feira, o antigo médio, que chegou a apresentar um quadro grave, com pneumonia bilateral, registou progressos significativos no estado de saúde, com um quadro "estável", mas na altura ainda com respiração assistida.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e um mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.110 em Portugal.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG