O salário milionário e os alvos de Mourinho para o Tottenham

Com contrato até 2023, o treinador português vai ganhar quase o dobro que auferia o seu antecessor. Entre a lista de possíveis reforços está o médio leonino Bruno Fernandes.

Quase um ano depois, José Mourinho está de volta ao ativo. O novo projeto é o Tottenham, que não perdeu tempo e poucas horas depois de ter despedido Mauricio Pochettino, anunciou na manhã desta quarta-feira, bem cedo, que o Special One ia ser o sucessor.

Mourinho assinou contrato com o clube londrino até 2023 e vai ganhar quase o dobro do que auferia o seu antecessor. De acordo com a imprensa inglesa, o técnico português vai auferir por época qualquer coisa como 17,5 milhões de euros, um salário ao nível do que ganham os treinadores mais bem pagos do mundo.

A missão de Mourinho é reerguer o Tottenham, que apesar de finalista vencido na edição da Liga Dos Campeões da época passada, esta temporada ocupa um modesto 14.º lugar na liga inglesa. E por isso em Inglaterra já apontam alvos no mercado para janeiro.

Um dos alvos é precisamente Bruno Fernandes, médio do Sporting que no verão chegou a estar nas cogitações do Tottenham, mas a proposta não agradou à SAD leonina e o jogador acabou por permanecer em Alvalade. Outros nomes apontados como possíveis reforços dos spurs são o avançado argentino Paulo Dybala (Juventus), o defesa Kalidou Koulibaly (Nápoles), o médio Declan Rice, de apenas 20 anos (West Ham) e o lateral direito Youcef Atal, argelino que atua no Nice.

Aliás, quando se falou do interesse do Tottenham em Bruno Fernandes, no verão, José Mourinho deixou grandes elogios na altura ao internacional português.

"Fiquei surpreendido com a época que o Bruno Fernandes fez. É fácil ver que tem qualidade, é um jogador muito bom, marcou um elevado número de golos, algo pouco comum para um médio. É preciso ter instinto e qualidades para marcar e ele tem. Chuta bem a bola, cabeceia bem, consegue manter a calma no um para um com o guarda-redes. Procura espaços na área, está tudo lá", referiu.

José Mourinho, de 56 anos, assinou contrato com os spurs até 30 de junho de 2023 e volta à Premier League, depois de duas passagens pelo Chelsea (2004/05 a 2007/08 e 2013/14 a 2015/16) e uma pelo Manchester United (2016/17 a 2018/19), que o despediu em 17 de dezembro de 2018.

"Estou entusiasmado por me juntar a um clube com tão grande legado e com adeptos tão apaixonados. A qualidade da equipa e da academia entusiasmou-me e fiquei atraído por poder trabalhar com estes jogadores", afirmou Mourinho, citado pelo clube londrino, que detém dois títulos de campeão inglês, conquistados em 1950/51 e 1960/61.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG