Manchester City e Liverpool tremem mas vencem

os dois primeiros classificados da liga inglesa estiveram a perder, mas deram a volta ao marcador. O United foi derrotado e o Wolverhampton empatou no campo do Arsenal.

Na frente da classificação da liga inglesa nada de novo, apesar dos sustos sofridos pelo Manchester City e sobretudo pelo líder Liverpool nos jogos deste sábado. A equipa de Pep Guardiola, com Bernardo Silva a titular, sofreu para bater em casa o Southampton, por 2-1, e o Liverpool venceu na deslocação ao campo do Aston Villa com um golo já fora de horas.

No Ettihad, o Southampton, que há umas semanas foi goleado (9-0) pelo Leicester e que há poucos dias tinha perdido por 3-1 com o City na Taça da Liga, colocou-se em vantagem aos 13 minutos, por intermédio de Ward-Prowse. Só na segunda parte Bernardo Silva e companhia conseguiram dar a volta ao texto, com golos de Aguero (70') e Kyle Walker (6').

O Liverpool sofreu ainda mais. A equipa de Jurgen Klopp, líder da liga inglesa, esteve até bem perto do final do jogo em desvantagem, devido a um golo de Trezeguet aos 21 minutos. Só que nos minutos finais, a equipa de Anfield teve estrelinha. Robertson igualou a partida aos 87', e já no tempo de compensação Sadio Mané marcou o segundo do Liverpool que valeu três preciosos pontos.

A classificação na liga inglesa ficou igual nos dois lugares da frente, com o Liverpool líder com 31 pontos, seguido do City com 25.

Já o Manchester United voltou a perder na deslocação ao campo do Bournemouth, por 1-0. O norueguês Joshua King, que passou pela formação do United, marcou o único golo da partida mesmo em cima do intervalo, aos 45 minutos, dando aos cherries a primeira vitória sobre os red devils desde 2015.

O Bournemouth subiu, provisoriamente, ao sexto lugar, com 16 pontos, os mesmos do Arsenal, que é quinto e defronta hoje o Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo.

O Manchester United, que não teve o lateral português Diogo Dalot, vai dando sequência a mais uma campanha desapontante na Premier League, tendo apenas uma vitória nos últimos seis encontros da competição.

O Wolverhampton de Nuno Espírito Santo arrancou um empate (1-1) no campo do Arsenal, num jogo em que os wolves utilizaram seis portugueses - Rui Patrício, Ruben Neves, João Moutinho, Diogo Jota, Ruben Vinagre e Pedro Neto. Aubameyang marcou para os gunners aos 21 minutos, mas o ex-benfiquista Raúl Jiménez empatou a partida aos 76 minutos.

Já o Chelsea continua em retoma, e neste sábado venceu por 2-1 no terreno do Watford, com golos de Tammy Abraham (5') e Christian Pulisic (55'). O golo da equipa da casa foi apontado por Gerard Deulofeu na própria baliza.