Jorge Jesus enfrenta antiga equipa no Mundial de Clubes

Al Hilal venceu o Espérance Tunis e vai jogar com o Flamengo nas meias-finais. Monterrey venceu Al Saad e vai jogar com o Liverpool na outra meia-final.

O Al Hilal qualificou-se para as meias-finais do Mundial de Clubes de futebol, ao vencer o Espérance Tunis, por 1-0, nas meias-finais, marcando encontro com o Flamengo, de Jorge Jesus. Este será um reencontro do treinador português com a equipa saudita, que treinou durante alguns meses em 2018-19.

Em Doha, o francês Bafétimbi Gomis, entrado oito minutos antes, marcou o único golo do encontro, aos 73, dando a vitória ao campeão asiático perante o vencedor da Liga dos Campeões africana.

O conjunto da Arábia Saudita foi sempre superior ao longo da partida e acabou por vencer com justiça, apensar de ter terminado o encontro reduzido a 10 unidades, depois de Kanno ter visto dois amarelos em dois minutos (83 e 85). Um jogo visto in loco pela equipa do mengão, segundo o twitter do clube.

É que na meia-final, marcada para terça-feira, o Al Hilal vai defrontar o Flamengo, treinado por Jorge Jesus, recente vencedor da Taça Libertadores.

Monterrey vai jogar com Liverpool

Os mexicanos do Monterrey bateram os qataris do Al Saad, por 3-2, nos quartos de final do Mundial de Clubes de futebol e enfrentam o Liverpool nas meias-finais da competição que decorre em Doha, no Qatar.

A vitória começou a ser construída aos 23 minutos pelo defesa argentino Leonel Vangioni e o seu compatriota Funes Mori, avançado que passou pelo Benfica, ampliou a vantagem em cima do intervalo, aos 45'+1'.Mas o Al Saad, representante do país anfitrião da competição, entrou na segunda metade disposto a encurtar as distâncias para os mexicanos, e conseguiu chegar ao golo aos 66 minutos, por intermédio do avançado argelino Baghdad Bounedjah.

A formação do defesa Pedro Correia, também conhecido por 'Ró-Ró', de 29 anos nascido em Portugal mas internacional pelo Qatar, partiu em busca do empate, mas foi o Monterrey que aproveitou para fazer o 3-1, num lance concluído por Carlos Rodríguez, médio mexicano que já tinha feito a assistência para o primeiro tento do encontro.

O melhor que o Al Saad conseguiu foi reduzir para 3-2 aos 89 minutos por Abdelkarim Hassan, mas o marcador não mexeu mais até ao apito final do árbitro e os anfitriões despediram-se da competição.

Já o Monterrey, campeão da CONCACAF (Confederação da América do Norte, Central e Caraíbas), tem encontro marcado com o campeão europeu, Liverpool, numa das meias-finais, na quarta-feira.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG