A emotiva homenagem a Sala no jogo entre Nantes e Saint-Etiénne

Encontro a 22.ª jornada da liga francesa foi interrompido aos nove minutos para uma homenagem ao futebolista argentino Emiliano Sala, cujo avião em que seguia desapareceu na semana passada, sobre o Canal da Mancha.

A primeira partida dos 'canários' desde o desaparecimento do avançado foi interrompida aos nove minutos - numa referência ao número que Sala utilizou na camisola nas últimas três épocas ao serviço do emblema gaulês, antes de acertar a transferência para os galeses do Cardiff -- para que os presentes o pudessem homenagear.

Durante o minuto de interrupção, adeptos, jogadores, equipas técnicas das duas equipas e o árbitro aplaudiram o futebolista, sendo que o treinador do Nantes, Vahid Halilhodzic, estava visivelmente emocionado e com lágrimas nos olhos.

De resto, todos os atletas do Nantes envergaram o nome 'Sala' na camisola, depois de já terem utilizado camisolas com uma imagem do jogador durante o aquecimento.

O jogo entre Nantes, 14.º classificado, e Saint-Etiénne, quarto, relativo à 22.ª jornada da liga francesa, terminou com uma igualdade 1-1.

O avião, um monomotor Piper PA-46-310P Malibu, desapareceu dos radares em 21 de janeiro pelas 20:00, quando o jogador seguia viagem de Nantes para Cardiff.

Sala, de 28 anos, tinha sido recrutado ao Nantes pelo Cardiff por cerca de 17 milhões de euros e ele mesmo se encarregou de marcar o voo, recusando a oferta de transporte oferecida pelo clube galês.

Na carreira, Emiliano Sala chegou a representar os portugueses do FC Crato, dos campeonatos distritais, antes de seguir para França, onde representou Bordéus, Orléans, Chamois Niortais, Caen e Nantes.

Exclusivos