Investigação exclui falha no motor do helicóptero em que seguia Kobe Bryant

Os destroços do helicóptero em que seguia o antigo basquetebolista Kobe Bryant não revelaram quaisquer indícios de falha no motor, informou esta sexta-feira a organização norte-americana que investiga acidentes de transportes.

A National Transportation Safety Board (NTSB) está a investigar o acidente que vitimou Kobe Byran e outras oito pessoas, incluindo a possibilidade de ter sido o nevoeiro intenso a causar a queda do helicóptero.

O relatório final da investigação ao acidente demorará, pelo menos, um ano a ser divulgado.

O norte-americano Kobe Bryant, de 41 anos, considerado um dos maiores jogadores de sempre da NBA, morreu em 26 de janeiro, na sequência de um acidente de helicóptero em Calabasas, que vitimou outras oito pessoas, entre elas a sua filha Gianna, de 13 anos.

Conhecido como Black Mamba (cobra mamba negra), chegou à NBA aos 17 anos e jogou durante de 20 anos nos Los Angeles Lakers, tendo conquistado cinco títulos da NBA e duas medalhas de ouro olímpicos (Pequim2008 e Londres2012).

É um dos sete basquetebolistas que ultrapassaram a marca dos 30.000 pontos na carreira.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG