Um ferido no Académica-Benfica leva Lage a pedir: "Temos de começar a prender esta malta"

Pelo menos um adepto foi levado para o hospital. Jogo esteve interrompido por alguns minutos. Depois do triunfo por 8-0 o técnico do Benfica foi duro nas declarações.

O particular de pré-época entre a Académica e o Benfica ficou manchado por desacatos nas bancadas, que levaram o árbitro a interromper o jogo por alguns minutos antes do intervalo.

Sem se saber muito bem como ou porquê registaram-se confrontos entre adeptos, numa zona onde estavam maioritariamente adeptos do Benfica, e a polícia foi obrigada a intervir para acalmar os ânimos. Nesse entretanto alguns adeptos invadiram a zona do terreno de jogo para fugir à confusão, levando o árbitro a interromper o jogo por minutos.

Uma pessoa caiu mesmo da barreira que separa a bancada da pista de tartan e foi prontamente assistida no local, tendo sido posteriormente levado para o hospital.

Bruno Lage: "Foi um adepto para o hospital, mas ninguém foi preso"

"Antes de falar do jogo, falar do minuto 30 (confrontos nas bancadas). Isto tem de acabar. Foi um adepto para o hospital, mas ninguém foi preso. A gente tem de começar a prender esta malta. Sejam eles pretos, vermelhos, azuis, verdes. Quem tem este comportamento num estádio tem de começar a ser preso. Hoje, estivemos parados cinco minutos por isto. Já chega! Temos de tomar medidas drásticas para que isto não volte a acontecer sob pena de eu amanhã não trazer o meu filho à bola", afirmou Bruno Lage, após o jogo, que terminou com uma vitória do Benfica por 8-0.

Exclusivos