Ronaldo acredita que Neymar pode acabar com reinado de Cristiano e Messi

O antigo futebolista brasileiro considerou esta quarta-feira que o seu compatriota Neymar pode colocar um ponto final no reinado do português e do argentino, caso tenha um bom desempenho no Mundial 2018.

"O Mundial é determinante para atribuição do prémio da FIFA. Em 2002, eu não joguei muito durante a temporada, mas fiz um excelente Mundial e consegui o prémio de melhor jogador FIFA", afirmou Ronaldo, o Fenómeno, numa apresentação do prémio The Best, em Moscovo.

Com o português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi - os dois jogadores que têm conquistado o prémio nos últimos anos - já afastados do Mundial, o Fenómeno elege Neymar como o principal candidato.

"Neymar tem melhorado muito ao longo do Mundial, tem aparecido em momentos decisivos, se o Brasil vencer o Mundial, ele acabará com o reinado de Messi e Ronaldo", disse, reconhecendo que tanto o português como o argentino fizeram uma excelente época.

O antigo internacional alemão Lothar Matthaus, que em 1991 venceu a primeira edição do prémio, considerou que Neymar, que alinha nos franceses do Paris Saint-Germain, só poderá vencer o galardão quando conquistar títulos com a sua seleção.

"É fácil vencer o título em França", disse o antigo futebolista germânico, acrescentando: "Para mim, esta época, Neymar ainda não mostrou que é o melhor".

Matthaus considerou que há outros candidatos ao prémio, como o francês Kylian Mbappé, o inglês Harry Kane e o croata Luka Modric.

Desde 2008 que Cristiano Ronaldo e Lionel Messi monopolizam o prémio de melhor jogador FIFA, que entre 2010 e 2015 foi atribuído em conjunto com a revista France Football.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".