Ronaldo em negociações com a Juventus

Real Madrid já aceitou oferta de 100 milhões de euros pelo passe do melhor do mundo, segundo alguma imprensa espanhola.

Já ninguém parece ter dúvidas da saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid, ao fim de nove temporadas. Segundo alguma imprensa espanhola, o clube merengue aceitou uma oferta da Juventus para a saída do melhor jogador do mundo no valor de 100 milhões de euros.

De acordo com o El Chiringuito, conhecido programa de televisão espanhol, o campeão italiano colocou em cima da mesa uma proposta salarial idêntica à que o clube espanhol lhe ofereceu para renovar (cerca de 30 milhões de euros anuais), o que mostra que o internacional português decidiu mudar de ares, ele que sempre disse que o problema com o Real "não era uma questão de dinheiro", mas de respeito.

Segundo soube o DN as negociações entre Juve e Real Madrid existem, mas o acordo ainda não está fechado. Quanto ao jogador há muito que disse sim aos italianos.

Depois da conquista da Liga dos Campeões, em Kiev, este ano, o português disse que tinha sido "um prazer jogar no Real Madrid", dando claramente a entender que esta seria a sua última época ao serviço dos merengues.

Ronaldo chegou ao Real Madrid na época 2009/10, tendo entretanto conquistado tudo e mais alguma coisa, com destaque para as quatro Champions, uma das quais frente à Juve, que pode muito bem ser o próximo clube a representar.

Uma das coisas que terá pesado na decisão do capitão português foi o carinho dos adeptos da equipa de Turim, ele que foi aplaudido de pé, quando marcou um golo de pontapé bicicleta à Juventus, na Champions, em abril.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Legalização da canábis, um debate sóbrio 

O debate público em Portugal sobre a legalização da canábis é frequentemente tratado com displicência. Uns arrumam rapidamente o assunto como irrelevante; outros acusam os proponentes de usarem o tema como mera bandeira política. Tais atitudes fazem pouco sentido, por dois motivos. Primeiro, a discussão sobre o enquadramento legal da canábis está hoje em curso em vários pontos do mundo, não faltando bons motivos para tal. Segundo, Portugal tem bons motivos e está em boas condições para fazer esse caminho. Resta saber se há vontade.

Premium

nuno camarneiro

É Natal, é Natal

A criança puxa a mãe pela manga na direcção do corredor dos brinquedos. - Olha, mamã! Anda por aqui, anda! A mãe resiste. - Primeiro vamos ao pão, depois logo se vê... - Mas, oh, mamã! A senhora veste roupas cansadas e sapatos com gelhas e calos, as mãos são de empregada de limpeza ou operária, o rosto é um retrato de tristeza. Olho para o cesto das compras e vejo latas de atum, um quilo de arroz e dois pacotes de leite, tudo de marca branca. A menina deixa-se levar contrariada, os olhos fixados nas cores e nos brilhos que se afastam. - Depois vamos, não vamos, mamã? - Depois logo se vê, filhinha, depois logo se vê...