Presidente vs. treinador? O que disse Varandas e o que respondeu Peseiro

Líder leonino disse em entrevista que já tem pessoas contratadas para 2019 e que "Peseiro vive bem com isso".

O novo presidente do Sporting deu uma entrevista ao Expresso onde revela que a próxima temporada (2019/20) já começou a ser planeada e onde deixa no ar a ideia que Peseiro não faz parte do novo projeto. "Já contratámos para a época 2019. Só dispenso jogadores ou treinadores quando tenho uma solução melhor em carteira", atirou Frederico Varandas.

E quando questionado sobre a se está a pensar noutro treinador para orientar a equipa, respondeu: "É voltar atrás e ler o que eu disse sobre o que eu quero: os melhores jogadores e o melhor treinador." E Peseiro? "Convive bem" com isso, segundo Varandas, acrescentado que o técnico " é muito bem tratado no Sporting".

Ora, José Peseiro optou por não responder diretamente ao presidente, mas, quando confrontado com as palavras de Varandas, lembrou as condições que o levaram de novo a Alvalade. "Não vou comentar a entrevista do nosso presidente, o que sei e posso recordar é que fui convidado para vir para o Sporting, aceitei esse desafio com espírito de missão e com muita responsabilidade e ambição contribuí para a reabilitação deste clube e de uma equipa. Sabemos o que sofremos até agora para cumprir com isso. Sabemos onde estamos, estamos em todas as provas em condições de as vencer, não estamos arredados de nenhuma", lembrou o técnico antes de sair em defesa dos atletas que compõem o atual plantel: "Ajudaram muito e têm mostrado uma vontade de vencer muito grande."

E recordou que o ambiente que se vive agora é bem diferente daquele que sentiu quando pegou na equipa: "A estabilidade é maior, há vontade de fazer as coisas certas. Uma grande capacidade de união, de trabalhar num clima que não foi muito simpático e muitas vezes adverso."

Bas Dost ainda é dúvida para o Boavista

Na antevisão à receção ao Boavista, no domingo, a contar para a oitava jornada da I Liga, José Peseiro, que no último Sporting-Boavista com ele no banco venceu por 6-1 (dois golos do atual diretor desportivo, Hugo Viana), alertou para a "responsabilidade de vencer" o atual 12.º classificado do campeonato.

"O Boavista é uma equipa de processos simples, que tem qualidade, não começaram bem, mas estão melhor agora. Temos de demonstrar amanhã [domingo] em campo que temos qualidade e cumprir em termos de tarefas coletivas", argumentou Peseiro, pedindo "alguma tolerância" aos adeptos, depois da derrota com o Arsenal, para a Liga Europa.

Um jogo que pode marcar o regresso de Bas Dost. O holandês não joga desde setembro e ainda fará um teste no domingo para saber se está apto a regressar.

Exclusivos