Candidatura de Bruno de Carvalho foi rejeitada pela Mesa da AG

Ex-presidente está impedido de ir a votos nas eleições de 8 de setembro. E como o prazo de entrega das listas já expirou, o cabeça de lista não pode ser substituído

Bruno de Carvalho não vai a votos nas eleições do Sporting que se realizam no próximo dia 8 de setembro. A Mesa da Assembleia Geral do clube, presidida por Jaime Marta Soares, recusou esta sexta-feira a candidatura do ex-presidente tendo como base o processo disciplinar que lhe foi instaurado e cuja conclusão ainda não é conhecida.

Nem sequer existe a possibilidade de o cabeça de lista poder ser substituído, já que o prazo das apresentações das listas expirou. Há uma semana, Bruno de Carvalho tinha arranjado uma estratégia para contornar a sua possível inibição, colocando Erik Kurgy de prevenção com cabeça de lista. Mas entretanto viu a sua lista ser recebida pelos serviços do Sporting, depois de uma ordem do tribunal nesse sentido.

Bruno de Carvalho já respondeu através da página da sua candidatura. "Não desmobilizem. A lista Leais ao Sporting vai estar nas eleições do Sporting Clube de Portugal. Nada interessa o que diz ou escreve JMS. Tudo o que vem dele está sempre ferido de ilegalidade ou irregularidade. Vamos manter-nos focados na campanha e na vitória!"

Os candidatos às eleições do Sporting são agora sete, depois da desistência de Carlos Vieira e de a candidatura de Bruno de Carvalho ter sido rejeitada pela Mesa da AG. Os sete candidatos são: Frederico Varandas, João Benedito, Pedro Madeira Rodrigues, José Maria Ricciardi, Dias Ferreira, Rui Jorge Rego e Fernando Tavares Pereira.

Ler mais