Goleada do Estoril obrigou o presidente da Académica a pedir desculpa

O Estoril-Praia goleou este domingo a Académica por 7-2, em Coimbra, em jogo da sexta jornada da II Liga de futebol

O resultado, já "fora de moda" nas principais competições futebolísticas, levou mesmo o presidente da Académica, Pedro Roxo, a pedir desculpas aos adeptos da Briosa, que viu agravada a crise em que se encontra.

A equipa de Coimbra despediu o treinador Carlos Pinto após a jornada anterior e foi a jogo este domingo com Vítor Vinha como treinador interino, saindo goleada pelo Estoril-Praia por 7-2. Esta foi apenas a quarta vez na história da Académica que os estudantes sofreram sete golos na condição de anfitriães.

"Nesta altura, cabe-me a mim vir aqui assumir as responsabilidades num dia como o de hoje [domingo] em que tudo correu mal", reagiu, no final, o presidente Pedro Roxo, que foi à sala de imprensa para pedir desculpa aos adeptos. "Estes últimos oito dias não correram da forma como pensávamos. Foi uma semana difícil e que tem de servir de exemplo para o futuro. Não são estes os resultados que nós esperamos, mas tenho crença que o futuro será melhor", disse.

Ainda antes do jogo, já a claque da Briosa, a Mancha Negra, mostrava nas bancadas uma mensagem de insatisfação face ao que tem sido o desempenho da equipa - atualmente a Académica ocupa o 11.º lugar, com seis pontos em seis jornadas. "Até pode vir o Guardiola, se o compromisso não mudar....", lia-se num conjunto de faixas expostas pelos adeptos.

Com uma primeira parte muito forte, na qual marcou por quatro vezes, o Estoril chegou à vantagem aos oito minutos, graça a Pedro Queirós, na sequência de um canto. A Briosa ainda empatou, aos 12 minutos, num cabeceamento irrepreensível do internacional português Hugo Almeida. Mas os canarinhos mostraram-se bastante superiores e marcaram mais três golos até ao intervalo: Aylton Boa Morte, aos 19', Roberto, aos 24', e João Vigário, aos 45', fixaram o resultado em 4-1 no final da primeira parte.

Na segunda parte, Hugo Almeida ainda bisou para a Académica, aos 53 minutos, mas o Estoril-Praia foi letal no contra-ataque e fez subir o marcador até os pouco habituais 7-2, com mais um golo de João Vigário (61') e dois do suplente Renat Dadashov, avançado do Azerbaijão que entrou aos 65' e ainda teve tempo para bisar (71' e 90+1')

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Cidade de Coimbra.

Académica - Estoril-Praia, 2-7.

Ao intervalo: 1-4.

Marcadores:

0-1, Pedro Queirós, 07 minutos.

1-1, Hugo Almeida, 12.

1-2, Aylton, 19.

1-3, Roberto, 24.

1-4, João Vigário.

2-4, Hugo Almeida, 53.

2-5, João Vigário, 61.

2-6, Dadashov, 71.

2-7, Dadashov, 90+1.

Equipas:

- Académica: Peçanha, Jean Filipe, João Real, Brendon, Nélson Pedroso, Guima, Reko (Djoussé, 73), Ki (Zé Paulo, 46), Traquina, Romário Baldé e Hugo Almeida (Marinho, 78).

- (Suplentes: Júlio Neiva, Joel, Marinho, Zé Paulo, Júnior Sena, Rúben Saldanha e Djoussé).

Treinador: Vítor Vinha.

- Estoril-Praia: César Augusto, Pedro Queirós, Diney, Gomes, João Vigário, Filipe (João Patrão, 70), Gonçalo, Aylton, Marcos António (Dadashov, 65), Roberto (Gustavo, 74) e Sandro Lima.

- (Suplentes: Thierry, Dadashov, Gustavo, João Patrão, João Pedro, Wallyson, Furlan).

Treinador: Luís Freire.

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ki (28), Aylton (55), Jean Filipe (88).

Assistência: Cerca de 2.000 espetadores.

Jogos da 6.ª jornada

Cova da Piedade-Benfica, 0-0

Mafra-Famalicão, 1-1

Paços de Ferreira-Farense, 1-0

Sp. Covilhã-Penafiel, 0-0

Académica-Estoril, 2-7

FC Porto-Arouca, a decorrer

Leixões-Oliveirense, a decorrer

Varzim-V. Guimarães B, a decorrer

Sp. Braga B-Ac. Viseu, a decorrer

Pode consultar a classificação da II Liga aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG