Dono do Leicester estava no helicóptero que caiu junto ao estádio

Vichai Srivaddhanaprabha era uma das cinco pessoas a bordo do helicóptero que ontem caiu, incendiando-se, perto do estádio do clube. Ainda não há informação sobre sobreviventes.

Vichai Srivaddhanaprabha, dono do Leicester City, era um dos cinco passageiros que estavam no helicóptero que, logo depois da descolagem, caiu ontem num parque de estacionamento junto ao estádio King Power do clube, de onde saíra depois de um jogo da Premier League. A informação foi confirmada à Reuters por uma fonte próxima do clube inglês.

Além do bilionário tailandês, que habitualmente saía do estádio neste helicóptero depois dos jogos e que comprou o clube de Midlands em 2010, estavam no helicóptero também a sua filha, dois pilotos e uma quinta pessoa que ainda não foi identificada. A mesma fonte avançou ainda que não há informações confirmadas acerca da existência ou não de sobreviventes do acidente.

A polícia de Leicestershire afirma nesta tarde através de um tweet "compreender que muitas pessoas estejam à espera de atualizações acerca do helicóptero que caiu no estádio King Power na noite passada". Contudo, agradece a paciência e garante estar ainda "a trabalhar com várias outras agências para conseguir atualizar as informações ao público e à imprensa".

O helicóptero foi visto a entrar numa espiral fora de controlo antes de cair como "uma bola de fogo", descreveram algumas testemunhas referindo-se ao incêndio que se seguiu à queda. Uma delas foi o fotógrafo freelance Ryan Brown, que estava a fotografar o jogo do Leicester contra o West Ham United, que terminou com um empate, e disse à BBC ter percebido que o helicóptero deixou de funcionar antes de entrar numa espiral descendente. Os serviços de emergência acorreram de imediato ao local para combater o incêndio.

Testemunhas viram ainda o jogador e capitão do Leicester Kasper Schmeichel a correr em direção ao local do acidente.

Andrew Bordie, responsável do serviços de incêndio e salvamento de Leicestershire escreveu ontem na sua página do Twitter que o acidente foi "sério e trágico", enquanto dava conta que acabava de sair da sede da polícia local onde decorreram "encontros estratégicos de várias agências". Bordie pedia ainda para que não se especulasse sobre as causas do acidente ou as pessoas que estavam no helicóptero.

Srivaddhanaprabha era já o dono do Leicester quando, contra todas as expectativas, o clube ganhou a Premier League em 2016. De acordo com a Forbes, o dono do Leicester é o quinto homem mais rico da Tailândia, com uma fortuna estimada em 4,9 mil milhões de dólares.

Notícia atualizada às 13.30 com declarações da polícia de Leicestershire

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG