Cinco portugueses nomeados para o Globe Soccer Awards

Cristiano Ronaldo e Bernardo Silva concorrem para o prémio de melhor jogador, João Félix para revelação do ano, Fernando Santos para melhor treinador e Jorge Mendes para empresário de 2019.

Cinco portugueses estão nomeados para os Globe Soccer Awards de 2019, cujos vencedores são conhecidos numa gala marcada para 29 de dezembro. Cristiano Ronaldo volta a estar entre os finalistas do prémio para melhor jogador do ano, que já venceu por cinco vezes, tendo desta vez a concorrência de Bernardo Silva, que está nomeado pela primeira vez.

Os dois internacionais portugueses têm como concorrentes Messi, do Barcelona, e ainda Sadio Mané, Alisson Becker, Virgil van Dijk e Mohamed Salah, todos do Liverpool, equipa vencedora da Liga dos Campeões.

Para o prémio de revelação do ano consta o nome de João Félix, que no último verão se transferiu do Benfica para o Atlético de Madrid por 126 milhões de euros, que terá a concorrência de Jadon Sancho (Borussia Dortmund), Ansu Fati (Barcelona), Erling Haaland (RB Salzburgo) e Kai Havertz (Bayer Leverkusen).

Fernando Santos, selecionador nacional, volta a estar entre os nomeados para a categoria de melhor treinador do ano, graças à Liga das Nações conquistada em junho, concorrendo para esta distinção com Jürgen Klopp (Liverpool), Massimiliano Allegri (ex-Juventus), Erik ten Hag (Ajax) e Djamel Belmadi (selecionador da Argélia).

Finalmente, Jorge Mendes está entre o lote de candidatos ao prémio de melhor agente do ano, com o qual foi distinguido em 2018. O empresário português tem como concorrentes os italianos Mino Raiola e Federico Pastorello.

Este é um prémio organizado há onze anos pela Associação de Empresários de Jogadores de futebo, (EFAA) e pela Associação de Clubes Europeus (ECA).

Exclusivos

Premium

Gastronomia

Quem vai ganhar em Portugal as próximas estrelas Michelin

É já no próximo dia 20, em Sevilha, que vamos conhecer a composição ibérica das estrelas Michelin para 2020. Estamos em festa, claro, e festejaremos depois com os nossos bravos, mesmo sabendo que serão poucos para o grande nível a que já chegámos. Fernando Melo* escreve sobre os restaurantes que podem ganhar estrelas Michelin em 2020 em Portugal.