Candidatura conjunta de Bulgária, Sérvia, Grécia e Roménia ao Mundial 2030

Os quatro países balcânicos vão apresentar uma candidatura conjunta à organização do Mundial 2030, anunciou esta sexta-feira o presidente búlgaro, após a reunião com os seus homólogos em Varna, na Bulgária.

A iniciativa balcânica foi anunciada pelo chefe de Estado búlgaro, Boiko Borisov, numa conferência de imprensa, e depois de ter estado reunido com os seus homólogos, da Grécia, Alexis Tsipras, da Roménia, Viorica Dancila e da Sérvia, Aleksandar Vucic.

Borisov argumentou que a Bulgária tem capacidade para organizar um grande evento desportivo internacional, depois de ter acolhido este ano, em conjunto com a Itália, o Mundial de Voleibol.

Por outro lado, a imprensa local já recordou que o país não tem nenhum estádio que cumpra os requisitos necessários para albergar um campeonato do mundo de futebol.

Detalhes concretos da possível candidatura balcânica para 2030 não foram revelados.

Sabe-se para já que, oficialmente, apenas a Argentina, o Paraguai e o Uruguai (país organizador do primeiro mundial, em 1930) apresentaram uma candidatura conjunta.

Exclusivos