Brincadeira no twitter custa jogo de castigo e multa a Bernardo Silva

O internacional português foi castigado pela brincadeira que fez com o colega de equipa Mendy. Além de um jogo de castigo e da multa de 58 mil euros, terá de frequentar uma ação educacional.

A Federação Inglesa de Futebol (FA) não perdoou a brincadeira de Bernardo Silva nas redes sociais com o colega de equipa Benjamin Mendy. E nesta quarta-feira tornou público que aplicou ao internacional português um jogo de castigo a cumprir ao serviço do Manchester City e ainda uma multa de 58 mil euros - vai falhar o jogo com o Chelsea, no dia 23 de novembro.

Em causa está um tweet publicado pelo jogador português com a imagem em criança de Benjamin Mendy, colega de equipa e amigo desde os tempos em que ambos jogavam no Mónaco, acompanhado da ilustração do boneco característico da marca de chocolates Conguitos, com a pergunta "adivinhem quem é?".

Além do castigo de um jogo e da multa, a federação inglesa obrigou ainda o jogador a participar numa ação de educacional por este ter admitido que quebrou o regulamento número E3 da federação inglesa.

A FA alega que o comentário de Bernardo Silva constitui "uma violação agravada dos seus códigos de conduta, por incluir referência, expressa ou implícita, à raça e/ou cor e/ou origem étnica". O comentário, recorde-se, foi escrito pelo jogador na rede social twitter no dia 22 de setembro.

De acordo com veredito da FA, "muitas pessoas podem ter-se sentido ofendidas com o comentário". A federação inglesa, contudo, ressalva que o jogador português "não teve a intenção de insultar ou fazer um comentário racista", tendo ficado claro que o comentário "foi mais uma brincadeira entre dois amigos". "Porém, não se tratou de uma conversa privada entre dois amigos. O comentário foi feito numa rede social exposta a 600 mil seguidores, de um jogador de top e respeitável", pode ler-se no relatório.

A federação inglesa autorizou numa fase inicial o prolongamento do prazo para Bernardo Silva responder às acusações de racismo, desencadeadas na sequência da brincadeira nas redes sociais visando Benjamin Mendy. E nesta quarta-feira, já depois de ouvidas todas as partes e mesmo perante o testemunho abonatório de Mendy, resolveu mesmo assim castigar o internacional português.

Numa carta enviada à FA, com a sua defesa, o jogador tinha lamentado qualquer ofensa causada pelo tweet em que comparou Mendy, colega no Manchester City, à figura representativa dos chocolates Conguitos.

Na carta, Bernardo Silva juntou um depoimento de Mendy, em que o companheiro de equipa diz não ter ficado ofendido.

O treinador Pep Guardiola defendeu o internacional português, referindo que se tratou de "uma simples piada" entre Bernardo e Mendy, que são grandes amigos, acrescentando ser completamente errado pensar que o tweet tinha conotação racista. Também Fernando Santos e muitos outros jogadores e treinadores sairam em defesa do internacional português.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG