Bernardo Silva marca, assiste e o Manchester City volta a ser líder

O internacional português foi mais uma vez decisivo na vitória do City, por 2-0, no campo do Fulham. Wolverhampton de Nuno Espírito Santo foi derrotado.

O Manchester City venceu este sábado por 2-0 na deslocação ao campo do Fulham, um triunfo que permitiu à equipa de Pep Guardiola passar para a liderança da liga inglesa à condição, à espera do que este domingo acontecer no jogo entre o segundo classificado Liverpool e o Tottenham. O City, de qualquer forma, tem um jogo em atraso.

Em Craven Cottage, o Manchester City abriu cedo o marcador, com um golo do internacional português Bernardo Silva, logo aos cinco minutos. O médio ganhou uma bola à entrada da área, tirou dois adversários do caminho e rematou colocado de pé esquerdo. Foi o sexto golo de Bernardo Silva no campeonato e o 11.º nesta temporada, que fazem dele uma das figuras da equipa - não é por acaso que Guardiola já disse mais do que uma vez esta época que o City é Bernardo... mais dez.

Ainda na primeira parte, aos 27', Sergio Agüero aumentou a vantagem para o City, após uma assistência de... Bernardo Silva. No segundo tempo, os citizens baixaram o ritmo e o resultado não sofreu alterações, apesar de Kyle Walker ainda ter atirado uma bola ao poste aos 80', naquele que poderia ter sido o terceiro golo da equipa de Guardiola, diante de um Fulham que praticamente não deu trabalho ao guarda-redes Ederson.

Com este triunfo, os citizens passaram para a liderança isolada da Premier League, à condição, com 77 pontos, mais um do que o Liverpool, que este domingo defronta o Tottenham mas tem mais um jogo disputado.

Nos jogos deste sábado da liga inglesa, destaque para a derrota do Wolverhampton de Nuno Espírito Santo no terreno do Burnley, por 2-0, na sequência de um autogolo de Conor Coady e de um golo de McNeill - Diogo Jota, Ivan Cavaleiro, João Moutinho e Ruben Neves foram titulares. Já o Manchester United (o português Diogo Dalot ficou no banco) recebeu e venceu o Watford, por 2-1, com golos de Marcus Rashford, aos 28', e Martial aos 72'.

Huddersfield despromovido

Ao perder no terreno onde começou há 18 meses, mantendo-se em ano de subida pela primeira vez em mais de 40 anos, a aventura na Premier League do Huddersfield chegou ao fim - foi a equipa a ver confirmada a descida mais cedo na história da prova.

O destino - regresso ao Championship, onde estava em 2016/2017 - foi traçado pelo Crystal Palace, que ganhou em casa por 2-0 (penálti de Luka Milivojevic e golo tardio de Patrick van Aanholt).

Os visitantes somaram a 17.ª derrota nos últimos 19 jogos e são a segunda equipa na história da Premier League a ficar condenada antes de abril.

Marco Silva espreita Europa

Já o Everton de Marco Silva foi a Londres bater (0-2) o West Ham, alimentando a ilusão de regressar à Europa. Este triunfo permitiu ultrapassar o adversário deste sábado e ficar a um ponto do 7.º lugar, dividido por Wolverhampton e Leicester.

Golos de Kurt Zouma (5') e Bernard (33') resolveram cedo um jogo que poderia ter sido bem mais complicado para a equipa do ex-treinador do Hull, Watford, Sporting e Estoril.

Outros resultados: Brighton-Southampton, 0-1; Crystal Palace-Huddersfield, 2-0 e Leicester-Bournemouth, 2-0.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG