Barcelona-Real Madrid. A maldição de Messi na Taça do Rei

O Real Madrid está entre as vítimas preferidas de Messi. São 26 golos em 38 jogos, mas curiosamente ainda nenhum marcado na Taça do Rei. Esta quarta-feira os dois clubes defrontam-se com o argentino em dúvida. Mas se jogar pode acabar com esta malapata.

Lionel Messi tem sido um autêntico terror para os guarda-redes do Real Madrid sempre que os dois rivais se defrontam. Em 38 jogos contra os madrilenos (contabilizando todas as competições), o avançado do Barcelona já marcou um total de 26 golos. Nesta quarta-feira, os dois clubes defrontam-se na primeira mão das meias-finais da Taça do Rei. Messi está em dúvida, devido a uma contratura sofrida no jogo com o Valência, apesar de ter participado no treino da véspera. Mas se jogar vai tentar acabar com uma maldição que dura desde a temporada 2010/11 nos jogos frente ao Real Madrid.

Veja aqui o vídeo com os 26 golos marcados por Messi ao Real Madrid.

Olhando para o número de golos (26) apontados por Messi ao Real Madrid, parece impossível, mas a verdade é que o avançado argentino nunca marcou ao eterno rival em jogos a contar para a Taça do Rei. E já vão seis confrontos, com o craque ainda em branco.

A primeira vez que Messi defrontou o Real Madrid para a Taça do Rei foi na temporada 2010/11, precisamente na final que foi disputada em Valência. Messi, que atuou no ataque ao lado de Villa e Pedro, ficou em branco (viu até um cartão amarelo) e o Real Madrid venceu por 1-0, golo de Cristiano Ronaldo no prolongamento.

Na temporada seguinte, os dois velhos rivais voltaram a defrontar-se, desta vez nos quartos-de-final da prova. No jogo da primeira mão, no Santiago Bernabéu, Messi não marcou, mas fez a assistência para o 1-2 final apontado por Eric Abidal. No jogo da segunda mão, o argentino voltou a ficar em branco no empate a dois golos que permitiu aos catalães seguirem em frente na prova. Mas fez novamente uma assistência, no caso para o primeiro golo apontado por Pedro Rodríguez.

A temporada 2012/13 marcou um novo reencontro entre as duas equipas na Taça do Rei. A primeira mão disputada em Madrid terminou igualada a um golo. Messi não marcou, mas ofereceu o golo a Fábregas. Dias depois, no segundo jogo em Camp Nou, o Real Madrid de José Mourinho bateu o rival por 3-1, com um bis de Ronaldo. Lionel Messi foi titular os 90 minutos, mas desta vez nem se destacou nas assistências.

O último duelo entre os dois clubes aconteceu a 16 de abril de 2014. Novamente numa final da Taça do Rei. O Real Madrid, sem Ronaldo, venceu por 2-1, com golos de Di María e Gareth Bale. E ao sexto jogo, Messi voltou a ficar em branco contra o rival num jogo da Taça do Rei - o golo do Barcelona foi apontado por Marc Bartra.

Além de nunca ter marcado ao Real Madrid na prova rainha do futebol espanhol, a contabilidade do argentino também não é feliz, pois nos seis jogos disputados venceu apenas um (mais dois empates e três derrotas), com a agravante de duas derrotas terem sido em finais.

Esta é de facto uma pedra no sapato do craque argentino, que pode ser esta quarta-feira definitivamente descalçada caso seja opção do treinador Ernesto Valverde. Se na Taça do Rei o avançado do Barcelona ainda procura o primeiro golo contra o eterno rival, nas outras competições a história é completamente diferente. Senão vejamos: na liga espanhola, marcou por 18 vezes em 24 jogos; na Supertaça de Espanha forma seis em idêntico número de jogos. E na Liga dos Campeões dois golos nas duas vezes que as duas equipas se defrontaram. No total são 26 golos.

Já agora a estatística total (todas as competições) dos embates entre Messi e o Real Madrid: em 38 confrontos, venceu 17 (45%), empatou nove (24%) e perdeu 12 (32%). Esta quarta-feira, se recuperar, fará o seu 39.º jogo contra o rival, numa partida em que (se recuperar e jogar) pode colocar um ponto final em seis jogos da Taça do Rei em branco frente ao Real Madrid, numa saga que começou há quase oito anos.

Resta dizer que o Real Madrid é uma das vítimas preferidas do avançado argentino. Neste ranking particular, os 26 golos marcados ao Real Madrid só estão abaixo de mais três equipas: Sevilha (33 golos em 36 jogos), Atlético Madrid (28 em 37) e Valência (27 em 32).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG