Associação de treinadores contra contratação de Rúben Amorim: "Uma vergonha"

Ex-jogador não tem as qualificações necessárias para treinar na I Liga. Diferendo entre Associação Nacional dos Treinadores de Futebol e treinador já vem de longe.

A Associação Nacional dos Treinadores de Futebol (ANTF) manifestou esta quinta-feira "o seu repúdio" pela contratação de Rúben Amorim como novo treinador principal do Sp. Braga. Para o organismo este é mais um "triste episódio que mancha a classe dos dirigentes e desprestigia a imagem do futebol português. UMA VERGONHA!". Em causa o facto de o novo técnico minhoto - substituiu Sá Pinto, despedido na véspera de Natal - não ter as habilitações necessárias para treinar na I Liga.

Em comunicado, a ANTF revela que "irá propor ao Governo da República a alteração do Regime Jurídico das Federações Desportivas, no sentido de ser retirada aos clubes (Liga) a autonomia que, presentemente, lhes assiste para decidirem em causa própria em matérias tão sensíveis como a elaboração do Regulamento de Competições, assim como as consequências do seu incumprimento."

O diferendo entre o organismo que gere os treinadores e o ex-jogador já não é novo. Rúben Amorin já tinha sido denunciado e castigado por exercer a profissão sem o devido diploma. Em janeiro deste ano o ex-jogador do Benfica, inscrito como treinador estagiário do Casa Pia, mas foi apanhado a dar indicações e a atuar como técnico principal durante dois jogos, segundo o Conselho de Disciplina, que o impediu de ser inscrito como técnico durante um ano e o condenou ao pagamento de uma avultada multa. O castigo pesado gerou indignação e levou o jovem técnico a recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto, que lhe deu razão e o libertou para a para a prática desportiva.

No início da época assumiu o comando do Sp. Braga B e agora foi promovido a técnico principal dos guerreiros do Minho. Mas a ANTF não esquece a falta da habilitações e volta agora a criticar a sua contratação, assim como já o tinha feito quando Silas assumiu o comando do Sporting.

Leia o comunicado na ANTF sobre Rúben Amorim

"A Direção da Associação Nacional dos Treinadores de Futebol, ao tomar conhecimento através da comunicação social da recente contratação de Rúben Amorim para o cargo de treinador principal da equipa sénior do Sporting Clube Braga - SAD, vem publicamente manifestar o seu repúdio por mais este triste episódio, que mancha a Classe dos Dirigentes e desprestigia a imagem do Futebol Português. UMA VERGONHA!

Não é nosso intento personalizar. Pautamos a nossa atuação pela defesa da aplicação da lei e dos regulamentos, em nome da verdade desportiva e sempre na defesa dos interesses de TODOS os treinadores. Lamentamos por isso, que apesar de termos dos melhores interpretes e treinadores de futebol do mundo, continuemos a assistir a uma carência tão latente a nível do dirigismo clubístico.

Sublinhamos que cada vez mais, a melhoria do futebol passa pelo aumento das qualificações profissionais e estas pelo aumento do nível quantitativo e qualitativo da educação e formação profissional.

A ANTF irá propor ao Governo da República a alteração do Regime Jurídico das Federações Desportivas, no sentido de ser retirada aos clubes (Liga) a autonomia que, presentemente, lhes assiste para decidirem em causa própria em matérias tão sensíveis como a elaboração do Regulamento de Competições, assim como as consequências do seu incumprimento.

Quem não é capaz de respeitar os próprios regulamentos que elabora, não é digno de ter essa autonomia regulamentar!

Rio Tinto - Gondomar, 26 de Dezembro de 2019
A Direção."

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG