Zidane. Apenas 714 dias para entrar na história

Francês é o segundo treinador com mais títulos (oito, a par de Molowny). Nunca ninguém ganhou tanto em tão pouco tempo

A conquista do Mundial de Clubes no último fim de semana permitiu ao Real Madrid fechar 2017 como o ano em que mais troféus conquistou em 115 anos de história - cinco. Jogadores como Cristiano Ronaldo foram determinantes neste ano recheado de êxitos, mas há que destacar também o papel do treinador, Zinedine Zidane, que em dois anos à frente dos merengues (completa-os dia 4 de janeiro) conseguiu colocar o seu nome na lista de técnicos do clube com mais títulos, um total de oito - uma Liga espanhola, duas Ligas dos campeões, duas Supertaças Europeias, dois Mundiais de Clubes e uma Supertaça de Espanha.

Zidane apanhou Luis Molowny no segundo lugar do ranking dos treinadores do Real Madrid que mais troféus conquistaram em toda a história do clube da capital espanhola. Mas com uma diferença: o francês ganhou oito troféus em apenas 23 meses, enquanto Molowny precisou de quatro etapas para alcançar o mesmo número de taças - cinco meses em 1975, as temporadas 1977 a 1979, três meses em 1982 e toda a época de 1985-86.

Contas feitas, o antigo internacional francês que assumiu o comando do Real Madrid em janeiro de 2016, sucedendo ao espanhol Rafa Benítez - antes tinha sido diretor desportivo (2011-12), treinador adjunto (2013-14) e técnico do Castilla, equipa B do Real - alcançou os oito troféus em apenas 714 dias, ou mais ao pormenor, ganha um título a cada 89 dias. Em todas as provas em que entrou só não conseguiu colocar na vitrina de troféus dos merengues a Liga espanhola de 2015-16 e a Taça de Espanha da última temporada.

Na ilustre lista dos treinadores do Real Madrid de sempre com mais troféus ganhos só há um nome à frente do antigo internacional francês: Miguel Muñoz, capitão histórico do clube e ainda hoje o técnico com mais jogos realizados, que entre 1960 e 1974 teve o seu nome associado a 14 títulos do clube espanhol - nove campeonatos, duas Taças dos Campeões Europeus, duas Taças de Espanha e uma Taça Intercontinental.

O caso dos títulos de Zinedine Zidane tem ainda uma curiosidade: é que o gaulês é o treinador dos blancos com mais troféus ganhos a nível internacional. Aliás, tem mais títulos fora de Espanha do que competições internas. Às duas Champions, Zidane junta ainda duas Supertaças Europeias e dois Mundias de Clubes.

"O capitão do banco é Zizou. Ele é o treinador que nos lidera e estamos agradecidos por tudo o que ele tem conseguido fazer ao serviço deste clube. Gostámos dele logo desde o primeiro dia em que chegou e desde então que estamos envolvidos ao máximo. Chegou e o clube iniciou uma etapa brilhante de êxitos. Tem a culpa de tudo o que de bom tem acontecido ao Real Madrid nestes últimos tempos", destacou o capitão Sergio Ramos, em declarações ao site da FIFA, depois de o clube ter conquistado no sábado o Mundial de Clubes, ao bater o Grêmio, por 1-0, golo de Cristiano Ronaldo.

Esta temporada, Zidane tem mais uma oportunidade para fazer história e vencer o único troféu que lhe falta como treinador do Real Madrid: a Taça de Espanha. O próximo jogo, dos oitavos-de-final, é dia 10 de janeiro com o Numancia.

Exclusivos