Toronto FC na final ao bater equipa de Pedro Santos

O emblema canadiano qualificou-se na quarta-feira para a final da Liga profissional norte-americana de futebol (MLS), ao vencer em casa o Columbus Crew por 1-0, na segunda mão da final da Conferência Este

Um golo de Jozy Altidore, aos 60 minutos, a completar uma jogada entre o italiano Sebastian Giovinco e o espanhol Victor Vásquez, selou o apuramento do conjunto canadiano, que, no primeiro jogo, tinha empatado fora a zero.

Perante 30.392 espetadores, no BMO Field, o conjunto de Toronto repete a presença na final de 2016, perdida no desempate por penáltis para os Seattle Sounders, que estão em vantagem na outra meia-final, depois de terem batido fora o Houston Dynamo por 2-0.

Além do tento de Altidore, que acabou por sair devido a lesão aos 68 minutos, o Toronto FC ainda desperdiçou uma grande penalidade, aos 26, por intermédio de Vázquez, que viu o seu remate defendido por Zach Steffen.

No Columbus Crew, o português Pedro Santos foi titular, tendo sido substituído aos 85 minutos, por Hector Jimenez.

Um minuto volvido, o norueguês Ola Kamara teve uma ocasião flagrante para empatar o encontro, mas, perante a baliza deserta, não conseguiu desviar a bola.

O Toronto FC, que conseguiu o melhor registo na fase regular, com um recorde de 69 pontos, vai voltar a jogar no seu BMO Field a final da MLS, a 09 de dezembro.

O segundo encontro entre os Seattle Sounders e o Houston Dynamo, que definirá o segundo finalista, realiza-se hoje (madrugada de sexta-feira em Lisboa).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG