Surfista Teresa Bonvalot vence etapa do 'Challenge Series' na Austrália

Teresa Bonvalot conquistou "o maior triunfo" da sua carreira na segunda etapa do 'Challenger Series', na Austrália, ao somar 15,83 pontos.

A portuguesa Teresa Bonvalot conquistou esta terça-feira o GWM Sydney Surf Pro, na Austrália, da segunda etapa do 'Challenger Series', ao vencer na final a australiana Nikki van Dijk, e subiu ao terceiro lugar do circuito.

A surfista natural de Cascais, de 22 anos, alcançou o quinto triunfo na carreira, o primeiro no 'Challenger Series', ao somar 15,83 pontos (7,83 e 8) na final, contra os 13,13 (7 e 6,13) de Van Dijk.

Antes, em Manly Beach, Teresa Bonvalot tinha vencido Keala Tomoda-Bannert, nas meias-finais, com 13,07 (5,7 e 7,37), assegurados no último minuto do 'heat', superando os 12,74 (6,07 e 6,67) da havaiana.

A surfista portuguesa Teresa Bonvalot sublinhou a alegria por "colocar a bandeira portuguesa no topo", depois de vencer o GWM Sydney Surf Pro, na Austrália, da segunda etapa do 'Challenger Series'.

"É incrível vencer aqui. Adoro estar na Austrália e tive aqui bons resultados antes da pandemia [de covid-19], portanto é fantástico regressar e ganhar", começou por dizer a surfista portuguesa, depois de ser trazida em ombros da água até à zona de entrevistas.

Bonvalot frisou ser este "o maior triunfo" da sua carreira e ter público português a apoiá-la durante a prova foi "fantástico", aliado à felicidade de "colocar a bandeira portuguesa no topo".

"Ganhar foi uma grande sensação, sobretudo por ter enfrentado uma surfista tão boa como a Nikki van Dijk na final. É um sentimento muito bom", acrescentou a surfista, explicando que apenas se preocupou em surfar e mostrar o melhor que tinha.

Este foi o quinto triunfo internacional de Teresa Bonvalot, depois das quatro vitórias no circuito de qualificação, duas no Estrella Galicia Caparica Surf Fest, em 2021 e 2022, uma no Azores Airlines Pro, em 2021, e outra no Seat Pro Netanya, em Israel, já este ano.

A primeira vitória no 'Challenger Series' deixa a portuguesa no terceiro lugar deste circuito de qualificação, que atribui 12 vagas masculinas e seis femininas para o circuito principal de 2023, após duas das oito provas, com 11.900 pontos, a 2.845 pontos da norte-americana Caitlin Simmers, que lidera, e a 645 de Van Dijk, segunda.

Nesta hierarquia, a também olímpica Yolanda Sequeira ocupa o 19.º lugar, apesar de ter sido eliminada na estreia desta prova, tal como Francisca Veselko, que segue no 58.º posto, atrás de Mafalda Lopes, 33.ª, depois de ter 'caído' na segunda ronda,

Na competição masculina do GWM Sydney Surf Pro, vencida hoje pelo indonésio Rio Waida, Frederico Morais caiu na primeira ronda e Vasco Ribeiro na segunda.

Vasco Ribeiro segue no 19.º lugar do 'ranking' do 'Challenger Series', enquanto Frederico Morais ocupa a 80.ª posição.

A próxima prova deste circuito, que tem uma etapa prevista para a Ericeira, entre 01 e 09 de outubro, vai ser disputada em Balito, na África do Sul, entre 03 e 10 de julho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG