Leões vão recorrer do castigo a Bruno de Carvalho

Clube anuncia que vai levar o 'caso do túnel' ao Tribunal Arbitral do Desporto e espera a absolvição do presidente

O Sporting reagiu ao castigo de seis meses aplicado a Bruno de Carvalho pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol e considera-o injusto de desproporcionado.

Numa nota publicada nas redes sociais, o clube de Alvalade anuncia que vai recorrer do castigo para o Tribunal Arbitral do Desporto, "para que se faça justiça" e se corrija aquilo que o Sporting qualifica como "erro de avaliação" do Conselho de Disciplina presidido por José Manuel Meirim.