Bruno de Carvalho sente que esteve no último jogo como presidente

Líder leonino satisfeito com o triunfo no Cazaquistão mas cético em relação à AG de sábado, na qual já anunciou a renúncia de mandato caso não os novos estatutos e o regulamento disciplinar sejam reprovados

Bruno de Carvalho estava, no final do encontro com o Astana, a passar por sensações mistas. "Há aqui um duplo sentimento. De quatro objetivos que tínhamos, continuamos fortes em três e um já conquistámos. Sinto-me feliz porque a nação sportinguista está feliz, sinto-me feliz por ter voltado ao banco, porque fui assistindo aos resultados das modalidades que continuam pujantes, mas ao mesmo tempo estou triste porque possivelmente este foi o meu ultimo jogo como presidente do Sporting e isso custa-me bastante", disse aos jornalistas.

Este desabafo de Bruno de Carvalho tem a ver com a Assembleia Geral do próximo sábado com três pontos na ordem de trabalhos; novos estatutos, regulamento disciplinar e manutenção dos atuais órgãos sociais. À luz dos estatutos em vigor os primeiros dois pontos precisam de 75% de votos a favor para serem aprovados.

Bruno de Carvalho e o restante elenco impõem os mesmos 75% no terceiro e último ponto para continuarem o mandato para o qual foram eleitos no ano passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG