Segundo caso de reinfeção no Moreirense. Agora é o presidente

Clube já tinha tido um caso de reinfeção, o jogador Gonçalo Franco.

O presidente do Moreirense voltou a ter um teste positivo para o novo coronavírus, que provoca a covid-19, quatro meses depois da primeira infeção, confirmou à Lusa fonte do clube da I Liga de futebol. É o segundo caso de reinfeção no clube de Moreira de Cónegos, depois de Gonçalo Franco.

Vítor Magalhães, de 69 anos, conheceu o resultado numa bateria de despistagem realizada no domingo e entrou em isolamento profilático, na véspera do empate caseiro dos 'cónegos' com o Belenenses SAD (2-2), na partida de conclusão da 21.ª jornada.

O dirigente, que está assintomático, já esteve infetado no início de novembro de 2020, quando um surto de covid-19 originou 30 casos no Moreirense, conduzindo à suspensão dos treinos durante semana e meia e ao adiamento do jogo com o Paços de Ferreira.

Nesse lote constava o médio Gonçalo Franco, que também voltou a ter um teste positivo para o novo coronavírus em 3 de fevereiro e regressou aos treinos 12 dias depois.

O Moreirense, oitavo colocado, com 26 pontos, desloca-se ao Marítimo, 17.º e penúltimo, com 18, no domingo, às 17.30, no Estádio dos Barreiros, no Funchal, num encontro da 21.ª jornada da I Liga, com arbitragem de Luís Godinho, da associação de Évora.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG