Robben queixou-se de treinos menos intensos do que os do filho de nove anos

Arjen Robben, futebolista do Bayern Munique, queixou-se hoje que o filho, de nove anos, treinava com mais intensidade na sua equipa infantil do que os jogadores de Carlo Ancelloti, ex-técnico dos alemães, numa entrevista à revista Kicker.

Robben, de 33 anos, assegurou que o descontentamento com a intensidade dos treinos já vinha desde a temporada passada e que o espanhol Xabi Alonso e o alemão Philipp Lahm, que já se retiraram, se tinham queixado do mesmo.

O desagrado cresceu durante o verão o que terá levado os jogadores a organizarem treinos adicionais por sua conta, algo que Ancelloti teria proibido.

As críticas dos jogadores não se ficaram por Ancelloti, mas também visaram Giovanni Mauri, preparador físico dos alemães, que saiu juntamente com o técnico italiano.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG