Real Madrid vence Barcelona por 3-2 no prolongamento e é finalista da Supertaça

Os merengues estiveram sempre na frente, mas os catalães reagiram por duas vezes à desvantagem, obrigado à decisão em tempo extra, num desafio muito equilibrado decidido pelo suplente Fede Valverde.

O Real Madrid tornou-se esta quarta-feira no primeiro finalista da Supertaça de Espanha, após vencer o FC Barcelona, por 3-2, após prolongamento, em desafio disputado no Estádio King Fahd International, em Riade.

Os merengues estiveram sempre na frente, mas os catalães reagiram por duas vezes à desvantagem, obrigado à decisão em tempo extra, num desafio muito equilibrado decidido pelo suplente Fede Valverde.

O Real Madrid entrou mais forte, explorando, em velocidade, os espaços concedidos no bloco alto do FC Barcelona, adiantando-se no marcador aos 25 minutos, depois do aviso de Asensio aos 19, também em contra-ataque.

Benzema roubou uma bola a Busquets, no início da construção, e lançou rapidamente Vinicius Jr, que deixou Dani Alves para trás e avançou para a baliza, rematando forte (1-0).

Em desvantagem para o eterno rival, líder do campeonato, o sexto classificado na La Liga pegou no jogo -- o adversário procurava, sempre, explorar o contra-ataque -- e começou a incomodar o guarda-redes Courtois, que defendeu, sem problemas, duas ameaças de cabeça de Luuk de Jong, aos 30 e 32 minutos, antes de Dembelé, aos 34, também tentar a sorte, errando o alvo.

A persistência dos catalães frutificou aos 41 minutos, com alguma felicidade, com o ex-portista Éder Militão, na pequena área, a tentar aliviar, porém a chutar contra de Jong, surpreendendo Courtois.

O FC Barcelona entrou por cima na etapa complementar, com três ameaças, contudo foi o rival a adiantar-se de novo, três minutos depois de Benzema, aos 69, ter atirado ao poste: em lance de insistência, Carvajal cruzou para o remate do francês, na zona frontal (2-1).

O FC Barcelona ainda reagiu e aos 83 minutos Ansu Fati, que tinha entrado aos 66, antecipou-se, de cabeça, a Éder Militão, igualando e levando o jogo para prolongamento, no qual Fede Valverde faria o 3-2, culminando, na zona de penálti, um lance de contra-ataque.

Quinta-feira, na outra meia-final, igualmente às 19.00 de Lisboa, jogam Atlético de Madrid e Athletic Bilbau.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG