O momento da detenção e das buscas à casa de Rúben Semedo

Jogador português foi detido por suspeitas de "agressão e sequestro"

O futebolista português Rúben Semedo, que joga no clube espanhol Villarreal, foi detido na madrugada desta terça-feira e é suspeito de ter cometido delitos de "agressão e sequestro (retenção de pessoa contra sua vontade)".

Será ouvido por um juiz amanhã, quarta-feira, ou no dia seguinte, visto que a lei espanhola prevê que um suspeito detido deve ser ouvido por um juiz até no máximo 72 horas após a sua prisão.

Agora, surge o vídeo do momento das buscas à casa do jogador português e daquilo que se supõe que tenha sido a detenção do defesa ex-Sporting.

Segundo a imprensa local, a pessoa que apresentou queixa a 12 de fevereiro último afirmou que Semedo e outros dois homens, depois de o terem atado, agredido e imobilizado, foram ao seu apartamento com as suas chaves para roubar dinheiro.

A vítima identificou Rúben Semedo e um primo deste como duas das três pessoas que o atacaram e agrediram tendo provocado lesões várias no seu corpo que o obrigam a usar muletas para se deslocar.

O queixoso também declarou que um dos agressores disparou duas vezes com uma pistola para o intimidar, sem que estes o tenham atingido.

Ainda de acordo com a imprensa local, é a terceira vez nos últimos meses que o jogador português está envolvido em incidentes graves que estão a ser investigados pela polícia espanhola.

Clube abre processo disciplinar

"Depois dos factos revelados hoje de manhã sobre o futebolista da equipa principal Rúben Semedo, o Villarreal comunica que abriu um processo ao jogador para investigar os factos", refere uma nota publicada no sítio oficial do clube.

O Villarreal, sexto classificado da Liga espanhola, assegura que tomará "todas as medidas disciplinares" que considerar adequadas tendo em conta a "gravidade dos factos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG