Nadadora sul-africana Tatjana Schoenmaker bate segundo recorde olímpico em Tóquio

Schoenmaker nadou os 200 metros bruços em 2.19,16 minutos, retirando 43 centésimas ao anterior recorde olímpico, que pertencia à norte-americana Rebecca Soni desde Londres2012.

A nadadora sul-africana Tatjana Schoenmaker estabeleceu esta quarta-feira novo recorde olímpico nos 200 metros bruços, conseguindo o melhor tempo nas eliminatórias dos Jogos Olímpicos Tóquio2020.

Schoenmaker nadou a distância em 2.19,16 minutos, retirando 43 centésimas ao anterior recorde olímpico, que pertencia à norte-americana Rebecca Soni desde Londres2012.

A sul-africana assumiu-se assim como a principal candidata à medalha de ouro, deixando a norte-americana Lilly King, segunda classificada das eliminatórias, a 2,94 segundos.

Este é o segundo recorde olímpico em Tóquio de Schoenmaker, que já tinha batido o máximo dos 100 metros bruços, prova em que terminou com a medalha de prata.

A nadadora sul-africana Tatjana Schoenmaker bateu hoje o recorde olímpico dos 100 metros bruços, ao nadar a distância em 1.04,82 minutos, durante as eliminatórias dos Jogos Tóquio2020.

Essa marca alcançada no domingo, que é igualmente recorde africano, supera o máximo da norte-americana Lilly King, que nadou em 1.04,93 minutos, no Rio2016.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG