Acordo suspende julgamento de Rúben Semedo por crime agressão

Jogador português é acusado de agredir um homem com uma garrafa junto a uma discoteca de Turia, em 29 de outubro de 2017

O julgamento de Rúben Semedo por uma alegada agressão no exterior de uma discoteca, foi esta terça-feira suspenso depois de as duas partes chegarem a um acordo.

O jogador do Villarreal, de 23 anos, é acusado de agredir um homem com uma garrafa, em 29 de outubro de 2017, junto a uma discoteca de Turia, mas as partes disponibilizaram-se para acordo e a sessão, marcada para as 10:00 de hoje, foi suspensa.

Apesar de Ruben Semedo ter estado no tribunal, a suspensão foi decidida numa reunião entre os seus representantes legais, que culminou com o acordo monetário extrajudicial, segundo confirmou o advogado do internacional luso sub-21, Jorge Albertini.

O denunciante tem agora "dez dias para comunicar se prossegue com a acusação", perante a impossibilidade de acertar atempadamente as questões formais do pagamento, altura em que será encerrado o processo, referiu o Tribunal de Valência através da rede social Twitter.

Semedo ia começar a responder hoje em tribunal pelo primeiro de vários crimes de que é acusado em Espanha, tendo sido detido em 19 de fevereiro deste ano, por suspeitas de ter, juntamente com outras duas pessoas, sequestrado um homem a quem, sob ameaça com uma pistola, retiraram as chaves do apartamento, de onde roubaram dinheiro e objetos.

Exclusivos