Cristiano Ronaldo melhor jogador do mundo pela quinta vez

Internacional português venceu distinção atribuída pela FIFA batendo a concorrência de Lionel Messi e Neymar

Cristiano Ronaldo foi esta segunda-feira consagrado pela quinta vez com o prémio de melhor jogador do mundo para a FIFA, igualando Lionel Messi em número de vitórias.

Depois de conquistar Liga dos Campeões, Liga espanhola e Mundial de Clubes a nível coletivo, bateu a concorrência do argentino do Barcelona e de Neymar para receber pela segunda vez o The Best, atribuído pelo organismo no ano passado depois do fim da parceria com a revista France Football.

A eleição do The Best foi feito por quatro painéis, todos com o mesmo peso na votação: selecionadores nacionais, capitães das seleções, jornalistas e adeptos.

A cerimónia, que também consagrada melhor treinador masculino, melhor jogadora, melhor treinador feminino, melhor guarda-redes, melhor golo (Prémio Puskas), melhores adeptos e fair play, decorre no Teatro Palladium, em Londres.

"Foi um ano extraordinário. Há 11 anos que estou no palco. Muito talento e trabalho no duro. Muita dedicação", discursou Cristiano Ronaldo, que agradeceu aos companheiros de clube e seleção e dedicou o prémio à família. "Estou muito feliz", rematou.

Veja ou reveja aqui a noite dos melhores do mundo

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?