Ex-tenista Boris Becker condeado a dois anos e meio de prisão

Boris Becker foi considerado culpado por ocultar três milhões de euros para evitar o pagamento de dívidas.

O ex-campeão de Wimbledon, Boris Becker, foi condenado esta sexta-feira a uma pena de 2 anos e meio de prisão por ocultar 2,5 milhões de libras (3 milhões de euros) de ativos financeiros e empréstimos para evitar o pagamento de dívidas, avança a BBC News.

Becker, de 54 anos, tinha negado ter infringido as leis de insolvência do Reino Unido após ter declarado bancarrota em 2017, devendo aos credores quase 50 milhões de libras (aproximadamente 60 milhões de euros).

O antigo tenista, seis vezes campeão do Grand Slam, foi considerado culpado de quatro acusações pela justiça britânica ao abrigo da Lei da Insolvência.

Boris Becker enviou quase 390 mil libras (465 mil euros) em pagamentos da sua conta comercial para outras pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG