"O coração bate forte"

Central do Southampton fala da sua estreia numa grande competição, diz-se agradecido a Fernando Santos e não se importa que Portugal jogue mal se isso significar o título europeu

Aos 32 anos, José Fonte estreou-se pela seleção nacional numa fase final de uma grande competição e logo a titular, no caso frente à Croácia. O defesa conta as emoções que viveu. "Foi um dia inesquecível, comecei de baixo e fazer um jogo num Europeu aos 32 anos após tanto esforço é emoção grande. São emoções difíceis de gerir, por mais experiência que tenhas, o coração bate forte, pensas em tudo e são emoções que tens de gerir da melhor maneira, acalmar-te porque que tens um trabalho a fazer".

A emoção com que relata aquilo que está a viver leva José Fonte a dizer que se sente "agradecido" a Fernando Santos por ter transformado o sonho da seleção nacional em realidade.

No que diz respeito à qualidade das exibições de Portugal, que tem sido muito criticada, José Fonte não podia ser mais claro: "Se me disserem que Portugal vai jogar mal todos os jogos todos e ganha o Euro assino por baixo. Queremos sempre ganhar por 8-0 mas não é possível. Se vencermos o Europeu ninguém vai dizer que jogámos mal."

E mostra uma enorme fé em conquistar o seu primeiro título na carreira. "Acreditamos que é possível, temos o apoio dos portugueses em França, em Portugal e em todo o mundo. Ainda neste último jogo foram determinantes."

José Fonte considerou que a "frescura" será determinante neste Europeu, garantiu estar "preparado" para manter a titularidade diante da Polónia e acrescentou que Lewandowski "é um avançado de enorme qualidade".

Enviado a Marcoussis

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG