A festa galesa já não dispensa as danças de Joe Ledley

A 7 de maio partiu uma perna num jogo da Premier League, mas recuperou em tempo recorde para não perder a estreia galesa num Europeu e dar um pé de dança em França

A barba hipster de Joe Ledley já seria suficiente para o jogador chamar a atenção (ao estilo de Raul Meireles ou do malogrado António Variações) no Euro 2016, mas o médio do País de Gales está a brilhar nas redes sociais por um outro talento: as imagens dele a dançar em cima de uma mesa, no balneário, depois do apuramento histórico para os quartos-de-final, têm corrido mundo.

As coreografias dançantes de Ledley já são famosas e começaram no jogo que garantiu a presença no Campeonato da Europa, frente à Bósnia. Os adeptos aderiram e pediram que repetisse num encontro com Andorra. E desde então tudo tem corrido bem à seleção; por isso, os adeptos já não dispensam as danças do médio.

Os colegas de equipa também têm aderido às coreografias e, quando todos esperavam ver Ledley a dançar no relvado depois do jogo com a Irlanda do Norte, ele guardou o show para o balneário. Mas alguém gravou, o vídeo tornou-se viral e ele prometeu repetir na sexta-feira, dia em que joga os quartos- -de-final, frente à Bélgica...

O médio de 29 anos tem feito recordar outros "dançarinos" famosos dos relvados, como David Seaman, Peter Schmeichel, Robbie Savage, Alan Pardew, Asamoah Gyan ou Thomas Müller.

Mas há pouco mais de um mês não se julgava possível ver Ledley a jogar nos relvados do Euro 2016, quanto mais a dançar. O médio partiu uma perna num jogo da Premier League, a 7 de maio, num jogo contra o Stoke City no qual entrou ao intervalo para sair dez minutos depois. Mas, para espanto de todos, recuperou em tempo recorde. "Joe Ledley voltou a jogar cinco semanas depois de fraturar o perónio!!! Grande homem e trabalhou tanto para estar aqui!!!" Foi assim, em êxtase, que Sean Connolly, ex-jogador galês e atual preparador físico da seleção, reagiu no Twitter ao feito do médio do Crystal Palace.

O selecionador Chris Coleman confiou na recuperação e até atrasou o anúncio da lista para poder contar com ele. No estágio de 12 dias no Algarve o jogador trabalhou sempre na companhia do fisioterapeuta. "Estou numa das melhores formas da minha vida. Estive numa câmara de oxigénio, levantei--me às seis da manhã e não chegava a casa antes das quatro ou cinco [da tarde] durante semanas", explicou o médio à BBC.

Recuperou, entrou na lista dos 23 finalistas e ficou "feliz" por fazer parte desse momento histórico para o futebol galês, que é a presença num Europeu pela primeira vez. Mas a presença nos quartos do Euro 2016 talvez fosse sonhar alto de mais. E por isso Ledley marcou o casamento com Ruby, a mãe das suas duas filhas, para esta altura... Sem revelar a data certa, o jogador só disse que se Gales continuar a exceder as expectativas terá de o adiar.

Fã de Ryan Giggs, Ledley nasceu em Cardiff e foi um aluno exemplar até a bola levar a melhor. Talvez por isso a escola onde estudou ainda exiba orgulhosamente a imagem do jogador no quadro de honra.

Iniciou a carreira no Cardiff City, clube onde começou por limpar as chuteiras do então capitão Graham Kavanagh, hoje joga na Premier League e é, por estes dias, uma espécie de herói nacional em Gales, quase tão adorado quanto a estrela Gareth Bale. Nas bancadas, os adeptos aguardam tão ansiosamente os livres do jogador do Real Madrid quanto as danças de Joe Ledley.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG