Doncic, prodígio da Euroliga e favorito a n.º 1 do draft

Wonderkid esloveno, de 19 anos, junta título europeu de clubes ao de seleções e já tem a NBA (talvez os Phoenix Suns) à espera

Ganhar uma grande competição de seleções pelo país natal? Check. Vencer o principal título continental de clubes? Check. Chegar à NBA? Loading... Aos 19 anos, Luka Doncic concretizou (ou está prestes a concretizar) quase todos os sonhos de um jovem jogador europeu. O wonderkid esloveno, maior figura da conquista da Euroliga pelo Real Madrid, é o favorito a escolha n.º 1 do draft deste ano da liga norte-americana de basquetebol.

Luka Doncic é uma promessa transformada em certeza: prodígio do basquetebol esloveno, carregou às costas um Real Madrid massacrado por lesões, até à conquista da Euroliga (a décima da história do emblema blanco). No domingo, o clube espanhol venceu o Fenerbahçe, da Turquia, por 85-80. E o base - já considerado o jogador mais valioso da fase regular da competição, com médias de 16,1 pontos, 4,9 ressaltos e 4,3 assistências por jogo - foi eleito o MVP da final four. Em ambos os casos, foi o mais jovem de sempre a receber a distinção.

"Conquistar a Euroliga é maravilhoso. Esta temporada ganhei as duas finais europeias em que participei: é incrível. Trabalhámos muito para consegui-lo", destacou Luka Doncic, depois de juntar o título continental de clubes ao europeu de seleções (Eurobasket) ganho em setembro, de forma surpreendente, pela Eslovénia - que nunca chegara sequer ao pódio da competição.

Os dois títulos, com Doncic como protagonista, confirmaram o que há muito se antevia para a carreira do promissor base, que se estreou pela equipa principal do Real Madrid aos 16 anos, dois meses e dois dias (o mais jovem da história do emblema blanco): já conquistou a Europa e tem a NBA à espera.

O jogador do Real Madrid já era visto como forte candidato a primeira escolha do draft de 21 de junho (onde serão distribuídos pelas equipas da liga norte-americana os jogadores vindos das universidades ou de campeonatos exteriores). E essa hipótese tornou-se ainda mais robusta assim que se soube que foram os Phoenix Suns a ganhar o direito à escolha inaugural da primeira ronda: a equipa do Arizona será treinada na próxima época pelo sérvio Igor Kokoskov, o selecionador que levou a Eslovénia à conquista do título europeu.

"Nós chamamos-lhe wonderkid: Luka é uma estrela em ascensão, um jogador muito talentoso, especialmente no passe, a parte mais difí-cil do jogo", elogia Igor Kokoskov. E tanto talento até levou a que Robert Sarver, o dono da equipa do Arizona, fosse observá-lo a Belgrado (Sérvia), palco da final four da Euroliga.

Os Phoenix Suns não se qualificam para os play-offs desde 2010 (a segunda maior seca da atualidade, só superada pelos 12 anos dos Sacramento Kings). E procuram a pedra basilar em torno da qual será montado todo o projeto de reconstrução. Doncic não é a única opção - o poste DeAndre Ayton, da vizinha Universidade do Arizona, é outro grande candidato a n.º 1 do draft.

Mas, seja como for (e embora Sacramento Kings e Atlanta Hawks, donos da segunda e terceira escolha, não o tenham como primeira opção), parece certo que o esloveno está prestes a concretizar mais um sonho: o de jogar na NBA. Depois da conquista da ​​​​​​​Euroliga, Luka Doncic prometeu novidades "para breve".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG